Paixão de Cristo chega ao 19º ano de encenação em Santa Luzia

Emocionante espetáculo alagoano revive a vida e morte de Jesus Cristo

15/03/2012 13:26

A- A+

Divulgação

compartilhar:

A passagem mais conhecida da história da humanidade tornou-se, há mais de duas décadas, um dos maiores acontecimentos teatrais do país. A Paixão de Cristo de Santa Luzia do Norte revive os últimos passos de Jesus na terra, sua morte e ressurreição em um espetáculo único, especial sob todos os aspectos. Encenada no teatro ao ar livre no município de Santa Luzia do Norte. Localizado na região metropolitana de Maceió, a Paixão de Cristo chega a sua 19ª edição em 22 anos de história para empolgar e emocionar novos e antigos espectadores.

Na peça, mais de 150 pessoas entre atores e figurantes, todos de Santa Luzia,
protagonizam a maior história de todos os tempos de maneira tão natural que o público sente-se também fazendo parte do espetáculo. A beleza dos cenários faz com que a peça também seja ainda mais impressionante. A equipe técnica profissionalmente colabora com a magia da Paixão. Som, iluminação, show pirotécnico, efeitos especiais e um elaborado figurino fazem a encenação ainda mais bela e emocionante.

Pioneira neste tipo de encenação no estado, a Paixão de Cristo desperta no público uma
nova emoção a cada ano com sua constante renovação. Por isso, mesmo quem já assistiu ao espetáculo volta à Santa Luzia na certeza de viver uma emoção diferente a cada temporada apresentada.

Em 2012, a Paixão acontecerá de 05 a 07 de abril.

Números da Paixão, em Santa Luzia

19 anos de espetáculo sendo 22 de história;

150 atores e figurantes;

30 profissionais que formam as equipes de som, luz, segurança, contra-regra, produção,
coordenação e direção;

70 refletores são utilizados para iluminar os cenários;

15 caixas acústicas;

200 figurinos fazem parte do guarda-roupa principal;

3 dias de espetáculo;

1,5 mil pessoas é a média de público por dia, no evento;

Mais de 200 mil de pessoas já assistiram ao espetáculo em mais de duas décadas de Paixão.
 

Primeira Edição © 2011