Prefeitura vai realizar licitação para reforma em 30 escolas da rede

14/03/2012 13:29

A- A+

Secom

compartilhar:

Diretores de trinta escolas da rede municipal se reuniram na manhã desta quarta-feira (14) com os secretários Thomaz Beltrão, da Educação, e Mozart Amaral, de Infraestrutura, para discutirem a agilização de reformas em unidades da rede.

Segundo Thomaz Beltrão, em 2011, dezenas de escolas foram reformadas ou beneficiadas com obras de recuperação e reparos, necessários para oferecer um serviço de qualidade à comunidade. Para este ano, estão previstas obras em várias escolas representadas na reunião. “Essas escolas necessitam de grandes reformas, que ultrapassam os recursos que a Semed pode disponibilizar, por isso convidamos o Mozart para conversar conosco hoje”, informou Thomaz.

O suporte financeiro necessário para essas reformas maiores será dado pela Secretaria de Infraestrutura e o secretário Mozart Amaral explicou aos gestores presentes sobre os prazos administrativos. “Os procedimentos para o processo licitátorio estão em andamento. Estamos cuidando dos últimos detalhes para que ele seja aberto e aconteça o mais rapidamente possível”.

Mozart garantiu empenho pessoal para garantir maior celeridade no processo de licitação, lembrando que os prazos legais devem ser respeitados. “Estamos firmando este compromisso com o trabalho que vem sendo desenvolvido aqui na Semed, pelo Thomaz, e o nosso trabalho conjunto vai fazer com que essas reformas aconteçam o mais rápido possível”, garantiu Mozart.

O diretor da escola Neide França, Odeval Antero, informou que sua escola é uma das que serão reformadas. “Toda a parte elétrica e hidráulica será refeita, além do retelhamento e pintura. A reforma será feita de forma a garantir que não haja interrupção nas atividades escolares”, disse ele.

A coordenadora de engenharia da Semed, Cléo Farias, informou que a divisão da licitação em seis lotes, para diferentes empresas, garantirá que não haja atrasos nas obras e que a Semed continuará fazendo os pequenos reparos nas escolas da rede. 

Primeira Edição © 2011