Novo tremor de 6,1 graus atinge o Japão

14/03/2012 08:52

A- A+

EFE

compartilhar:

Menos de 3h depois do terremoto de 6,8 graus na escala Richter atingir o norte do Japão, outro tremor de 6,1 graus foi sentido nesta quarta-feira no centro do arquipélago sem a incidência de danos. O terremoto ocorreu às 21h05 (9h05 de Brasília) com epicentro no Oceano Pacífico em frente à província de Chiba, no leste de Tóquio e onde fica o aeroporto internacional de Narita.

Sentido em Tóquio, o tremor aconteceu depois que o anterior registrado no norte do país levasse as autoridades a emitir alerta de tsunami que permaneceu vigor durante 1h30 após o abalo, que não provocou danos ou aumento considerável do nível de água.

O terremoto foi sentido em 18 províncias do arquipélago japonês, entre elas a de Fukushima, onde fica a central de energia atômica de Daiichi, epicentro da crise nuclear causada pelo devastador tsunami de março de 2011.

Conforme a emissora de televisão pública NHK, não houve registros de anomalias nessa usina e nas de Daini, também em Fukushima, e Tokai Daini, na província de Ibaraki e cerca de 110 quilômetros ao nordeste de Tóquio.

As atividades de todas as usinas estão interrompidas devido ao acidente de 11 de março do ano passado na de Fukushima, que mantêm paralisados 52 dos 54 reatores atômicos do Japão por motivos de segurança ou para revisões.

O terremoto também não afetou os serviços do trem bala (que por precaução para de funcionar automaticamente ante um terremoto de grande intensidade), mas causou a suspensão temporária de algumas linhas locais e o corte parcial de algumas estradas de Ibaraki para revisões.

A agência meteorológica japonesa informou que o epicentro do primeiro tremor foi localizado a 210 quilômetros das costas de Hokaido (norte) e a uma profundidade de apenas 10 km. Em consequência, um pequeno tsunami alcançou as costas do nordeste do Japão. A agência havia alertado para o risco de um maremoto com altura máxima de 50 cm nas costas de Aomori (nordeste) e Hokaido.

No dia 11 de março de 2011, um terremoto de 9 graus de magnitude provocou um enorme tsunami na costa nordeste do Japão. A grande onda provocou a ruptura da alimentação elétrica da central de Fukushima Daiichi, desencadeando um acidente nuclear.

Primeira Edição © 2011