Senac e Semas promovem Aula Inaugural dos cursos do Pronatec

13/03/2012 09:14

A- A+

Divulgação

compartilhar:

O auditório do Senac Poço foi palco, na manhã da última segunda-feira (12.03), para a aula inaugural dos cursos oferecidos pelo Senac Alagoas em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social por meio do Programa Nacional de Acesso ao Ensino Técnico e Emprego (Pronatec). A previsão é que sejam capacitados, até o mês de julho, aproximadamente 240 beneficiários dos programas de transferência de renda do governo federal como Bolsa Família, Benefício de Prestação Continuada (BPC), Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) e do Cadastro Único (Cadúnico).

Nessa primeira etapa, estão sendo ofertados os cursos de Manicure e Pedicure, Camareira em Meios de Hospedagem, Auxiliar de Limpeza, Frentista, Balconista de Farmácia, Vitrinista, Cuidador Infantil, Modelista e Massagista. Durante a aula inaugural, a Diretora Técnica do Senac Alagoas, Cícera Paiva, ressaltou a satisfação em receber os novos alunos e garantiu que “todos estão na escola certa no momento certo. Com a Copa de 2014 batendo à porta, essa é uma grande oportunidade de vocês ingressarem no mercado de trabalho com uma profissão. Agora só depende do empenho de vocês”, disse a diretora.

A coordenadora geral de Programas Especiais e Complementares da Secretaria Municipal de Assistência Social, Silvana Cunha, reforçou as palavras de Cícera Paiva e complementou: “Queremos ir além do benefício. Quem nunca teve vontade de fazer um curso no Senac? Essa á e sua oportunidade de fazer um curso profissionalizante reconhecido nacionalmente e de fazer carreira”, disse a coordenadora.

Durante o evento, os alunos conheceram as assessoras técnicas do Senac Alagoas responsáveis pela coordenação dos cursos e foram apresentados às normas da instituição pela supervisora pedagógica Flavya Bernardo. Para Maria Cristina Oliveira, 33 anos, aluna do curso de Camareira em Meios de Hospedagem, “fazer um curso no Senac sempre foi um sonho. Vou dar o meu melhor para sair daqui com um emprego garantido”, disse ela que tem 4 filhos e sobrevive com o auxílio do Bolsa Família. Já os planos de Quitéria Monteiro, 35 anos, que também vai fazer o curso de Camareira, são “conquistar o diploma, conseguir um emprego e fazer outros cursos do Senac”.

Primeira Edição © 2011