Pousada em Maragogi descumpre ordem de embargo por construção em APP e dono é levado a PF

Pousada em Maragogi foi embargada em dezembro do ano passado e ontem, Ibama/AL comprovou descumprimento e levou dono para PF

10/02/2012 10:10

A- A+

Jessica Pacheco

compartilhar:

No município de Maragogi, mais um empreendimento foi autuado pela equipe de fiscalização do Ibama/AL, que realiza ação da Operação Via Ápia. 

Segundo o Ibama/AL, no último mês de dezembro a Pousada Camorim Grande foi flagrada construindo um aterro em área de restinga e uma ponte sobre o Rio Maragogi, tudo sem a devida autorização do Instituto do Meio Ambiente. Desde então, o local e as obras foram embargadas.

Nesta quinta-feira (9), com as ações da Operação Via Ápia em Maragogi, os agentes passaram em frente a Pousada e constataram que as obras em APP continuavam. A ação não fazia parte da Operação, mas comprovado o descumprimento do embargo, os fiscais do DIPRAM autuaram o local novamente.

“A Pausada havia sido embargada nem dezembro do ano passado, quando foi flagrado construções em área de restinga e faixa marginal de curso d’água, áreas de proteção permanente”, explicou o órgão. “Ontem, os agentes passavam pelo local, depois de realizar as ações da Operação Via Ápia, em Maragogi e flagraram a irregularidade”, disse.

Ainda de acordo com o órgão, o proprietário do local, que não teve o nome divulgado, foi encaminhado a sede da Polícia Federal, em Maceió.
 

Matéria Relacionada:

Ibama/AL conclui Operação Via Ápia e apreende mais de 80 pássaros silvestres

Primeira Edição © 2011