BPA faz 44 apreensões de redes no mês de janeiro

Pelotão aquático apresentou balanço do mês de janeiro no complexo lagunar

09/02/2012 08:51

A- A+

Divulgação

compartilhar:

O pelotão aquático do Batalhão de Polícia Ambiental apresentou nesta quinta-feira (9) o balanço das apreensões realizadas no complexo lagunar Mundaú-Manguaba, durante todo o mês de janeiro.

Neste período foram 44 apreensões, sendo 19 candangos e 10 reduchos, ambos predatórios, além de mais 15 redes por falta de licença de pesca.

 “A ideia é procurar combater a pesca ilegal por meio do desenvolvendo de um trabalho de educação ambiental”, frisou o soldado do BPA, Fránklin Araújo. Ainda, de acordo com o policial, as abordagens aos pescadores buscam, principalmente, passar a importância da pesca consciente e de forma correta.

Como amparo legal, os policiais utilizam a lei nº 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais) e a portaria do IBAMA nº 001, de 05 de abril de 2002, que estabelece as normas sobre apetrechos e métodos de pesca que podem ser utilizados no complexo lagunar. 

Primeira Edição © 2011