Praias do Litoral Sul não apresentam trechos impróprios para banho

Segundo relatório de balnealidade do IMA, seis trechos, na região metropolitana e no Litoral Norte, devem ser evitados pelos banhistas

02/02/2012 13:59

A- A+

Thayanne Magalhães

compartilhar:

O Instituto do Meio Ambiente (IMA) divulgou nesta quinta-feira (2) o relatório de balnealidade das praias do litoral de Alagoas. Segundo a análise, realizada entre dos dias 30 e 31, seis trechos estão impróprios para o banho de mar, sendo três na região metropolitana – entre a Barra de São Miguel e a Barra de Santo Antônio - e três no Litoral Norte – entre a Barra de Camaragibe e Maragogi.

Já as praias do Litoral Sul, entre o Pontal do Peba e a Praia do Gunga, não apresentam nenhuma área imprópria para o banho de mar.

Segundo a Resolução Conama n° 274, as praias são consideradas próprias para o banho quando 80% ou mais de um conjunto de amostras obtidas em uma das cinco semanas anteriores, colhidas no mesmo local, não exceder um limite de 1.000 NMP de Coliformes Termotolerantes por 100 ml da amostra de água.

O IMA alerta também aos banhistas que encontrarem resíduos ou despejos, sólidos ou líquidos, inclusive esgotos sanitários, óleos, graxas, ou outras substâncias na praia, que evitem entrar na água.

O relatório de análise de balneabilidade é uma produção da Diretoria de Laboratório do IMA, a partir das análises feitas semanalmente. Ele pode também ser visualizado no mapa produzido pela Gerência de Geoprocessamento, através do Google Earth. Todos os arquivos são disponibilizados no site do IMA: www.ima.al.gov.br.

Trechos Impróprios

Praia da Avenida/Av. Assis Chateaubriand, interseção com a Rua Barão de Anadia;

Praia de Ponta Verde/Av. Álvaro Otacílio, entre as Ruas General. Dr. João Saleiro Pitão e Dr Rubens Canuto;

Praia de Jatiúca/Av Álvaro Otacílio, entre as Avenidas Antônio de Barros e Emp. Carlos da Silva Nogueira;

Praia de Maragogi, em frente à Foz do Rio Salgado;

Praia de Maragogi, Foz do Rio Maragogi;

Praia de Maragogi, em frente à Foz do Rio Persinunga.

*Com IMA

Primeira Edição © 2011