Defensoria Pública cobra policiamento em Pão de Açúcar

Segundo Defensor Público, inúmeras queixas foram prestadas pelos moradores que reclamam da falta de policiamento no local

18/01/2012 13:47

A- A+

Divulgação

compartilhar:

O Defensor Público do Estado de Alagoas, lotado na Comarca de Pão de Açúcar, Hugo Bezerra, entregou na tarde de hoje (18), um ofício destinado ao Delegado local, cobrando justificativas sobre as rotineiras reclamações dos moradores acerca da falta de policiamento na região. Segundo ele, caso não dê resultado ou não seja encontrado representantes da polícia civil na delegacia, irá tomar medidas legais cabíveis para contornar essa situação de descaso na referida comarca.

O Defensor Público afirma que, desde a sua ida à Comarca, em Novembro de 2011, inúmeras são as reclamações de que a Delegacia de Polícia não funciona como deveria. “A população, quase unânime da comarca, diz que não consegue prestar Boletins de Ocorrência sobre crimes ou fato que necessitem de BO para preservar seus direitos”, explica Hugo.

Ele acrescenta que foi informado - via ofício, pela Polícia Civil da região, que existe um Delegado titular e um escrivão na referida comarca. “Na última terça-feira visitei esta Delegacia e lá constatei que não havia nenhum policial civil. Apenas um sargento da PM estava presente e informou que era constante a ausência da polícia civil no local e que, esporadicamente, eles apareciam dia de quarta-feira”, afirma o Defensor Público.

“A população de Pão de Açúcar está descrente com a polícia, pois se queixa que acontecem vários furtos e roubos que ficam sem apuração criminal pela polícia judiciária civil que não está presente para que seja registrada a ocorrência delituosa”, pontua Bezerra.
 

Primeira Edição © 2011