Julgamento deve terminar antes do tempo previsto

Por conta da dispensa de testemunhas, caso Ceci pode ter sentença adiantada

17/01/2012 13:01

A- A+

Thayanne Magalhães

compartilhar:

Por conta da dispensa de algumas testemunhas, assim como a ausência de outras por motivo de saúde, o julgamento do caso Ceci Cunha pode terminar antes do previsto. Com a dispensa, a primeira etapa do processo terminou antes do tempo esperado. A previsão do término era para esta quarta-feira (19).

A Justiça Federal em Alagoas começou a julgar nesta segunda-feira (16) a morte da deputada federal e de três parentes, ocorridos há 13 anos em Maceió. O caso ficou conhecido como a “Chacina da Gruta”, bairro onde aconteceram as execuções.

Nesta terça-feira (17), a segunda parte do julgamento também ocorreu mais rápida do que se esperava. Os cinco últimos réus serão interrogados e, neste momento, o último a ser ouvido, o ex-deputado Talvane Albuquerque, acusado de ser o mandante do crime, é quem fala. (Acompanhe ao vivo)

Além de Talvane, respondem ao processo quatro assessores, que são apontados como executores do crime: Jadielson Barbosa da Silva, Alécio César Alves Vasco, José Alexandre dos Santos e Mendonça Medeiros da Silva. Todos respondem à Justiça em liberdade.
 

Primeira Edição © 2011