Caso Ceci Cunha: Após 13 anos julgamento começa nessa segunda-feira

O julgamento acontece no Tribunal do Júri da 1ª Vara Criminal Federal de Alagoas, no prédio da Justiça Federal, no bairro da Serraria

15/01/2012 08:50

A- A+

Marcos Filipe Sousa

compartilhar:

Toda a sociedade alagoana aguarda com ansiedade o julgamento de um dos casos mais emblemáticos da história do Estado, a Chacina da Gruta. Nesta segunda-feira (16) estarão no banco dos réus o ex-deputado federal Talvane Albuquerque, Jadielson Barbosa da Silva, Alécio César Alves Vasco, José Alexandre dos Santos e Mendonça Medeiros Silva.

Todos são acusados de executar a tiros de escopeta, a deputada federal Ceci Cunha (PSDB) e três parentes dela, na varanda de uma casa da família, na Gruta de Lourdes em Maceió no dia 16 de dezembro de 1998.

O julgamento acontece no Tribunal do Júri da 1ª Vara Criminal Federal de Alagoas, no prédio da Justiça Federal, no bairro da Serraria. Especialistas estimam que o processo dure por até três dias. Na acusação estará o procurador da República Gino Sérvio Malta Lobo, e como assistente de acusação atuará o advogado José Fragoso. Representando os réus está o criminalista Welton Roberto e mais seis advogados. O caso contará com 7 jurados e será acompanhado pelo juiz André Tobias Granja.

Relembre o crime

No início da noite da quarta-feira de 16 de dezembro de 1998, Ceci Cunha e sua família se reuniam na varanda de casa, no bairro da Gruta de Lourdes, em Maceió após a diplomação de deputada federal por Alagoas. Dados do processo mostram que um carro seguiu os passos da deputada durante todo o dia.

Na varanda além de Ceci estava seu marido Juvenal Cunha, sogra Ítala Neyde Maranhão Pureza e seu cunhado Iran Carlos Maranhão. Do carro misterioso desceram três homens armados e entraram pelo portão da frente até à varanda. O massacre foi realizado. Como símbolo de uma vida que se foi uma flor branca, que estava na mão direita de Ceci, caiu no seu colo.

Manifestação neste domingo

Durante este domingo (15) está ocorrendo a distribuição des panfletos nas praias de Pajuçara, Ponta Verde e Jatiúca. Ao todo 50 pessoas estão entregando papéis que pedem ‘justiça’ ao caso e convocando os alagoanos para acompanhar o julgamento. As pessoas estão vestindo camisas que trazem o rosto de Ceci e também distribuem adesivos para carros.

Primeira Edição © 2011