Saudita quer vender o filho por R$ 36 milhões pelo Facebook

11/01/2012 13:04

A- A+

R7

compartilhar:

O saudita Saud Bin Nasser Al-Shary anunciou em sua página do Facebook que pretende vender o filho por US$ 20 milhões (R$ 36 milhões).

O homem, que trabalhava numa empresa de cobrança de dívidas fechada pelo governo, alega que pretende usar o dinheiro para sustentar a mulher e a filha. Só com essa quantia poderá viver “longe da pobreza”, afirma ele.

Al-Shary diz que sua empresa fechou e ele está falido. Ele revelou ao jornal britânico Daily Mail que vai a um tribunal do país para “oficializar o negócio”.

Para “poder realizar a transação”, o saudita avisa que vai pedir ao comprador que revele apenas a cidade onde mora.

A Arábia Saudita costuma ser alvo de protestos por não combater com rigor o tráfico de seres humanos. Em 2009, o país se comprometeu a acabar com o crime, considerado um “delito” que não leva à detenção.

A organização de direitos humanos National Society for Human Rights, estima que metade das crianças na Arábia Saudita sofre violência dentro de casa.

 

 

Primeira Edição © 2011