Primeira Edição faz raio-x dos jogos de abertura do Campeonato Alagoano

Clássico das Multidões abre a competição neste próximo sábado no Rei Pelé às 17h; ASA e CEO jogam no mesmo dia só que às 15h

10/01/2012 13:47

A- A+

Marcelo Alves

compartilhar:

O Campeonato Alagoano de 2012 entrou em contagem regressiva. Os dez clubes alagoanos que vão disputar a edição deste ano do estadual têm menos de uma semana para acertar os últimos detalhes antes de suas estreias na competição. A rodada de abertura será disputada nestes próximos sábado (14) e domingo (15).

A expectativa é de que a edição desta temporada seja a mais disputada da última década. O motivo se deve ao retorno de jogadores alagoanos que se destacaram fora do Estado e também no exterior como Aloísio Chulapa e Jadilson (ambos no CRB), Adriano Gabiru e Flávio (ambos no CSA). Além destes jogadores está confirmada a presença do atcante Túlio Maravilha para abrilhantar o Estadual, vestindo a camisa do CSE. Outro fato que pode tornar a competição bastante competitiva é a garantia de duas vagas para a Copa do Brasil, uma na Série D do Brasileiro e duas na Copa do Nordeste em 2013 – que levará um clube para a Sul-Americana.

Para se ter uma ideia de como será a disputa do Estadual, a de reportagem do Primeira Edição entrou em contato com os dirigentes das dez equipes e fez um raio-X dos cinco confrontos da primeira rodada da competição, que serão protagonizados por ASA, CSA, CRB, CSE, Coruripe, CEO, Corinthians do Pilar, Murici, Penedense e Sport Atalaia. Além do raio-X dos jogos, o Primeira Edição conversou com o presidente da Comissão Estadual de Árbitros de Futebol (CEAF), Hércules Martins, para saber como foi a preparação da arbitragem para este Estadual.

ASA X CEO
14/01 - 15h – Estádio Coaracy da Mata Fonseca, em Arapiraca

ASA e CEO, campeões estaduais da Primeira e Segunda divisões do ano passado, respectivamente, farão a abertura da competição. O jogo pode ser considerado um duelo entre titãs.

ASA – O time do ASA dará início a sua nova era sob a coordenação do técnico Leocir Dall’Astra após três anos sendo comandado por Vica. Além disso, o Alvinegro inicia a competição motivado por ter fugido do rebaixamento e garantido, na última rodada, a sua permanência na Série B do Brasileirão deste ano. Outro ponto positivo é o retorno do meia Didira, que estava no Atlético-MG, bem como do volante Audálio, que volta ao Alvinegro após dois anos atuando fora do Estado. Destaque também para o meia Thales (ex-Internacional) com passagens pelas categorias de base da Seleção Brasileira.

CEO – Novato na Primeira Divisão, o CEO manteve a base que conquistou a Segundona do Alagoano e contratou jogadores com passagens em clubes do Estado como o volante Jânio (Coruripe, ASA), o atacante Pitolo (CRB), o meia Egídio (CSE), e os zagueiro Humberto (Murici) e Ítalo que estava no futebol pernambucano. De acordo com o presidente-executivo do CEO, Manoel Bezerra, a equipe de Olho D’Água das Flores tem uma média de idade de 25 anos e a folha salarial do seu elenco é R$ 65 mil. Objetivo do CEO é se manter na elite do futebol alagoano do próximo ano.

CRB X CSA
14/01 – 17h – Estádio Rei Pelé, em Maceió

O Clássico das Multidões fará a abertura do campeonato alagoano com ingredientes de sobra para este ser mais um dos grandes duelos protagonizados entre as duas equipes. Polêmicas de bastidores e, principalmente, as contratações de ídolos locais como Aloísio Chulapa, Jadilson, Flávio e Adriano Gabiru estão entre os temperos do clássico.

Entre as polêmicas que antecederam o jogo entre CRB x CSA e que podem servir para apimentar a partida fazem parte as críticas do técnico Celso Teixeira desferidas contra o lateral-esquerdo Jadilson que, segundo o treinador, o jogador estaria certo com o CSA, mas fechou com o CRB. Logo após, o presidente-executivo do CRB, Marcos Barbosa, saiu em defesa de Jadilson e disparou ofensas contra Celso Teixeira. Outro assunto que causou embate entre os dois clubes foi a divisão dos ingressos para as torcidas, onde ficou definido que CRB ficará com 65%, uma vez que é o detentor do mando de campo, e o CSA com 35%.

CRB – Para o jogo, o CRB usará a base dos atletas que atuaram no retorno do Galo à Série B Nacional como os zagueiros Rodrigão e Felipe, o volante Roberto Lopes e os meias Eweton Maradona e Geovani. Além disso, devem atar de primeira alguns dos 11 jogadores contratados como o lateral-esquerdo Jadilson, o meia Everton (ex-Palmeiras), e os atacantes Pablo (ex-São Paulo) e Leandrinho, que estava em Portugal. Aproximadamente uma década que o Galo não conquista o título estadual. E em 2012, o ano em que é comemorado o centenário do clube praiano, a diretoria-executiva promete levantar o caneco desta temporada.

CSA – A equipe do CSA irá para o duelo contra o CRB após pré-temporada que durou mais de um mês. O time ainda fez quatro partidas de preparação sendo um jogo-treino e três amistosos. O azulão traz em seu elenco para o jogo com o Galo a base dos jogadores do elenco do Coruripe de 2011, como os atacantes Edson Di e Paulinho Marília. Há ainda no elenco, os jogadores chamados “bilheteria”: o goleiro Flávio e o meia Adriano Gabiru. Outro diferencial no Azulão são os meias Maico Gaúcho e Washington e o zagueiro Aderaldo.


MURICI X SPORT ATALAIA
15/01 – 15h – José Gomes da Costa, em Murici

Murici e Sport Atalaia irão se confrontar sem muitas novidades em seu elenco. As duas equipes colocarão em campo a base do ano passado. O presidente de honra do Murici, Remi Calheiros, disse que o objetivo é a conquista do título do alagoano. Já a diretoria do Sport, por meio de sua assessoria de comunicação, usa um discurso mais humilde e diz que pretende fazer uma campanha melhor do que a realizada no ano passado quando, na ocasião, terminou na quinta colocação.

MURICI – A equipe do Murici, que está sob o comando do técnico Flávio Barros, contará com o entrosamento de sua base: Dias (goleiro), Alex (lateral-direito), Sinval e Nado (zagueiros), Guêba (lateral-esquerdo), Rambo (volante), Alexsandro (atacante) e Everlan (meia). Além destes jogadores, o Alviverde conta com o reforço do volante Daniel (ex-CRB e Corinthians-AL) e o meia Cleiton (ex-ASA, em 2010). Elenco do Murici está avaliado em R$ 65 mil.

SPORT ATALAIA – Mais caro do que o Murici, o elenco do Sport Atalaia custa R$ 80 mil. O treinador para esta temporada é o técnico Lino (ex-CSA). Do elenco que atuou na última temporada merecem destaque o goleiro Fernando Pato, os zagueiros Erivaldo e Júnior, a volta do volante Anderson Cabeção e do atacante Da Silva. Reforçam o elenco os seguintes contratados: o goleiro Jefferson (ex-CSA e CRB), o zagueiro Jone (ex-Sport/PE) e o atacante Thiago Silva (ex-CSA).


CORINTHIANS X PENEDENSE
15/01 – 15h – Estádio Nelson Peixoto Feijó, Via Expressa

O duelo entre Corinthians e Penedense marca o encontro de duas equipes que reformularam todo o seu elenco de forma significativa.

CORINHTIANS – Sob o comando do técnico Ubirajara Veiga, o Corinthians vai mesclar seu elenco com atletas da base e experientes jogadores contratados. De acordo com a diretoria do Tricolor, a base é sólida e competitiva. Os destaques do Corinthians para a competição são os contratados goleiro João Paulo (ex-Vitória/BA), os atacantes Lauro César (ex-Corinthians/SP) e Vitor (ex-Palmeiras/SP) e o volante Felipe Batista (ex-Tupi/MG, campeão da Série D).

PENEDENSE – Mais antigo do Estado, o Penedense retorna à elite do futebol alagoano para se manter. A equipe ribeirinha trouxe o técnico Erandy Montenegro e reestruturou seu elenco com grande parte de jogadores de Boca da Mata como o zagueiro Valdinei e o atacante Oliveira. Dos contratados merecem destaque o goleiro Marcos (ex-Corinthians/Pilar), os zagueiros Júnior (ex-CSA), o volante Jan (ex-Sport Atalaia) e Marcos Vinícius (ex-Porto de Caruaru). O Penedense está avaliado em R$ 45 mil.


CSE X CORURIPE
15/01 – 16h – Juca Sampaio, em Palmeira dos Índios

CSE e Coruripe marcam o encerramento da primeira rodada do Campeonato Alagoano.

CSE – O time do CSE acertou no último domingo (8) a contratação do atacante Túlio Maravilha. O jogador, que foi sondado em dezembro pela diretoria do Tricolor de Palmeira dos Índios, mas não acertou porque esperava uma aceno positivo do Botafogo para voltar a vestir a camisa do Glorioso neste início de ano – que não aconteceu –, agora, enfim acertou com o CSA. Ele receberá R$ 30 mil e seu contrato será de três meses. Mas quando ficar faltando sete gols para Túlio completar o seu milésimo tento, ele terá que retornar ao Bota. Faltam apenas 25 gols. O restante do elenco foi contratado junto aos clubes do futebol cearense, como o meia Paulo Vitor, além do Eduardo com passagem pelo Palmeiras. O treinador é o Mastrillo Veiga.

CORURIPE – Com o elenco avaliado em R$ 55 mil, o Coruripe tem 30 jogadores no elenco, sendo 19 contratados. Como diferencial entre os reforços estão o volante Geninho, que retorna ao Hulk após passagens por diversos clubes do País como o Internacional. Além de Geninho o Hulk conta com o meia Juliano, que atuou no futebol baiano, do lateral-direito Thiago, com passagens pelo Vasco, São Paulo e Sport-PE, bem como do meia Neto e do atacante Adrianinho. Os remanescentes do ano passado são o Jaelson, Dinda, John Lennon, Marcos Fêlix e Jair, este último oriundo da base.
 

Primeira Edição © 2011