Duplicação AL 101 Sul: novo trecho será liberado na sexta-feira

Segmento liberado fica entre as pontes Divaldo Suruagy e Massagueira

10/01/2012 16:49

A- A+

Redação com Agência Alagoas

compartilhar:

Para diminuir os congestionamentos na AL 101 Sul, que nesse período de férias têm sido constantes, o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) informou que mais uma parte duplicada da rodovia será liberada.

A partir da próxima sexta-feira (13), o trecho entre a Ponte Divaldo Suruagy e a Ponte da Massagueira estará liberado, o que corresponde a 6,5 km de extensão, totalizando 15 km de duplicação já liberados.

O diretor-presidente do DER, Marcos Vital, explicou que o ritmo da obra aumentou com a liberação dos R$ 30 milhões conveniados pelo Ministério do Turismo. A obra continua avançando e mudando a paisagem no acesso ao Litoral Sul de Alagoas e está 70% concluída, seguindo para a conclusão em 2012.

Até o momento, R$ 102,9 milhões foram investidos na duplicação, dos quais R$ 96,2 milhões são de recursos próprios do Estado e o restante de recursos federais. “Dos R$ 45 milhões conveniados com o MTur, apenas R$ 5 milhões haviam sido liberados até dezembro. O Governo de Alagoas estava tocando a obra praticamente só. A liberação de mais R$ 30 milhões conveniados foi fundamental e a obra ganha um ritmo muito maior”, destaca.

Ainda segundo Marcos Vital, os R$ 10 milhões restantes serão liberados posteriormente pela União. Atualmente, cerca de 400 homens trabalham na obra de duplicação da rodovia.

Duplicação
A duplicação da AL-101 Sul se estende por 25,8 km, entre o Pontal da Barra, em Maceió, e o Trevo do Gunga, na Barra de São Miguel, incluindo a duplicação de quatro pontes e a criação de três novos viadutos.

Mais de 80% das pavimentações da pista nova já foram concluídas e 8,5 km da nova rodovia já foram liberados para tráfego. O primeiro trecho concluído foi liberado em janeiro de 2011, com 5,5 km de extensão, entre o acesso à Praia do Francês, em Marechal Deodoro, e a Barra de São Miguel. O segundo trecho já liberado possui mais 3 km de extensão, entre o viaduto da Barra de São Miguel e o Trevo do Gunga.

A obra fortalecerá, principalmente, o turismo da região das Lagoas e Mares do Sul. As cidades turísticas da Barra de São Miguel e Marechal Deodoro (Francês) serão beneficiadas com a ação do governo de Alagoas. A duplicação também desafogará o trânsito daqueles que utilizam a rodovia AL-101 Sul, como entrada e saída de Maceió.

Pontes
Quatro pontes serão duplicadas na AL-101 Sul: a Divaldo Suruagy, a Eng. Celso Araújo (Massagueira), a Maceiozinho e a ponte sobre o Rio Niquim. De acordo com o DER, as duas últimas já estão praticamente concluídas. Na ponte Massagueira, a mesoestrutura já foi iniciada, e na Divaldo Suruagy, a mesoestrutura já está concluída.

Viadutos
A duplicação da AL-101 Sul inclui ainda a construção de três viadutos: o viaduto do Detran, que terá mão única, no sentido Barra de São Miguel-Maceió e terá extensão de 62 metros; e os viadutos do Francês e da Barra de São Miguel, que terão mão-dupla, medindo, respectivamente, 180 metros e 90 metros. O viaduto do Detran já está com a fundação 100% concluída e com o trabalho de blocos e pilares sendo iniciado. Já os viadutos do Francês e da Barra de São Miguel estão com a mesoestrutura e superestrutura prontas, faltando apenas a concretagem da laje.

 

Leia também: <<Congestionamentos na AL-101 Sul tornam-se contantes no período das férias>>
 

Primeira Edição © 2011