Alagoana Marta perde reinado para japonesa

10/01/2012 04:58

A- A+

Futebol Alagoano

compartilhar:

A japonesa Homare Sawa surpreendeu Marta e venceu o prêmio de Melhor Jogadora do Mundo em 2011, interrompendo sequência de cinco prêmios da brasileira.

A cantora Shakira entregou o prêmio a Sawa, melhor jogadora e artilheira do último Mundial feminino, vencido pelo Japão, sobre os Estados Unidos.

Este é o seu primeiro prêmio de melhor do mundo. Em 2004 e 2008, a japonesa venceu o prêmio de melhor asiática.

Marta

Há oito anos Marta viaja a Zurique para participar da premiação de melhor jogadora do ano e sempre com um discurso que ela preferia não ter de repetir mais: a falta de apoio ao futebol feminino no Brasil. Desta vez, a situação ficou ainda mais grave, com o fim do time do Santos, onde a craque atuou por duas temporadas. Ao falar sobre o assunto, Marta teve de se esforçar muito para segurar as lágrimas.

- Fico triste pelo que aconteceu no Santos. Não é positivo para o futebol feminino. Fico triste pelas meninas, que tinham uma vida lá na equipe. Mas tenho esperança de que essa situação possa mudar - afirmou a alagoana, emocionada.

Marta disse ainda não saber mais o que fazer para ajudar no desenvolvimento do futebol feminino em seu país.

- O que posso fazer, eu faço. Da minha parte, procuro fazer tudo o que está ao meu alcance. Mas não depende somente de mim. Vamos buscando espaço aos poucos, mostrando que temos condições, mas isso tem de partir de todos os lados: da imprensa, das TVs, porque com eles se atrai patrocínios, mas também o governo, a confederação... muitas pessoas que podem fazer algo. Há bastante tempo a gente vem cobrando, cobrando, mas as coisas não vem sendo da forma como tem que ser.

Atualmente sem clube, após a conquista do título da liga dos Estados Unidos pelo Gold Pride, Marta disse ainda não ter definido em que equipe irá atuar em 2012. Mas descartou o Brasil.

- Ainda não sei onde vou jogar, estamos negociando, pode ser nos Estados Unidos ou na Europa, que são os lugares onde o futebol está mais desenvolvido e existem bons campeonatos - completou.

Marta concorre pela oitava vez seguida ao prêmio de melhor jogadora do mundo. Terceira colocada em 2004 e segunda em 2005, a brasileira conquistou a premiação nos últimos cinco anos.


TREINADOR DO ANO

Norio Sasaki, que liderou a seleção japonesa à surpreendente conquista do Mundial Feminino, foi eleito o melhor treinador de futebol feminino de 2011. Também concorriam Bruno Bini, da seleção francesa e a sueca Pia Sundhage, que treinou a seleção feminina dos Estados Unidos, vice-campeã mundial
 

Primeira Edição © 2011