Zonas Eleitorais do interior reiniciam recadastramento biométrico nesta segunda

A prorrogação no prazo revisional se deu pelo fato das Zonas Eleitorais terem iniciado o recadastramento com certo atraso

09/01/2012 12:13

A- A+

TRE/AL

compartilhar:

O recadastramento biométrico no interior de Alagoas recomeçou nesta segunda-feira (09), em cinco grandes Zonas Eleitorais. Os municípios que ainda estão recadastrando os eleitores são: Arapiraca, Craíbas, Feira Grande, Lagoa da Canoa, São Miguel dos Campos, Jequiá da Praia, Roteiro, Barra de São Miguel, Palmeira dos Índios, Belém, Estrela de Alagoas, Porto Calvo, Jacuípe, Campestre e Jundiá.

A prorrogação no prazo revisional se deu pelo fato das Zonas Eleitorais terem iniciado o recadastramento com certo atraso. Por serem regiões com grande número de eleitores, o Tribunal Regional Eleitoral de Alagoas (TRE/AL) prorrogou o prazo inicial, que se encerrou no dia 16 de dezembro, para o dia 09 de março.

Em todo o Estado, mais de 76% do eleitorado inicial, que é composto por 1.906.653 votantes, já concluíram o recadastramento biométrico. Esse percentual demonstra que 1.463.011 eleitores estão quites com a Justiça Eleitoral.

Nas 22ª e 55ª Zonas Eleitorais, sediadas no município de Arapiraca, mais de 168 mil eleitores compõem o eleitorado inicial da região. Até esta segunda-feira, 53% dos eleitores da 22ª Zona e 35% dos eleitores da 55ª já haviam concluído a revisão biométrica.
Na 10ª Zona Eleitoral, sediada no município de Palmeira dos Índios, apenas 25% dos eleitores já fizeram a revisão biométrica. O eleitorado da região, que ainda abrange os municípios de Belém e Estrela de Alagoas, é composto por mais de 67 mil eleitores. A situação da 14ª Zona Eleitoral já é um pouco mais confortável, pois mais de 77% dos eleitores já estão quites com a Justiça Eleitoral.

A região da 18ª Zona Eleitoral, sediada no município de São Miguel dos Campos, também está reiniciando os trabalhos em ritmo acelerado. Mais de 54% do eleitorado já se recadastrou, mas cerca de 25 mil eleitores ainda precisam comparecer ao cartório eleitoral para regularizar sua situação.

Primeira Edição © 2011