Instituto Biota encontra tartarugas em 'despacho' na praia do Pontal

Biota fez o registro ao ser acionado para uma ocorrência de desova no Pontal

09/01/2012 09:33

A- A+

Jessica Pacheco

compartilhar:

Bizarro, curioso, esquisito, no mínimo inusitado, esses são apenas alguns dos adjetivos que podem resumir a cena singular flagrada pelo Instituto Biota de Conservação ao atender uma ocorrência de desova na praia do Pontal, por trás do Detran. Um imenso ‘despacho’ com restos de animais, inclusive duas carcaças de tartarugas.

O Primeira Edição divulgou essa desova que aconteceu no 1º dia do ano, quando vigilantes da obra de duplicação acionaram a equipe do Biota. Depois de realizar o registro da desova, quando a equipe saiu do local, encontraram um grande ‘despacho’ – como são chamadas as ofertas, ou oferendas, a Exu ou a qualquer divindade do candomblé.

Veja Matérias Relacionadas: No primeiro dia do ano, Instituto Biota já registra um encalhe e uma desova de tartarugas marinhas

“Nós fomos chamados quase meia noite para aquela desova. Acionamos a polícia, pois aquela região é um pouco perigosa. E depois que realizamos o registros, quando íamos saindo, encontramos àquele baita despacho. Era enorme. Tinha velas, cabeças de boi, cabra, galinhas e duas carcaças de tartarugas. Será que nossas tartarugas estão sendo usadas nesses rituais?”, explicou Bruno Stefanis, diretor executivo da ONG. “Estão usando até as tartarugas para essas oferendas agora’, disse Bruno, ainda incrédulo.

É comum, naquela região, encontrar restos de animais utilizados em ‘oferendas’, por conta da escuridão do local e por ser deserto à noite. Mas, até então, utilizar tartarugas nesta oferenda não era comum, e se espera que o candomblé não tome gosto por esse ritual.
 

Primeira Edição © 2011