JHC não vai ao Ministério Público e entrega de documentos é adiada

Parlamentar não compareceu para prestar depoimento aos promotores de justiça

05/01/2012 06:30

A- A+

Redação

compartilhar:

A audiência no Ministério Público Estadual com o deputado João Henrique Caldas (PTN) foi adiada. O parlamentar não compareceu para prestar depoimento aos promotores de justiça Sidrak Nascimento, Norma Medeiros e Jamyl Gonçalves Barbosa sobre as denúncias de pagamento de gratificações indevidas aos servidores da Assembleia Legislativa de Alagoas (ALE).

Segundo sua assessoria, o deputado não foi ao Ministério Público, pois não teve tempo para preparar toda a documentação. Ele alega que só foi comunicado ontem da audiência. A produção do Primeira Edição tentou falar com o parlamentar, mas seu telefone está fora de área.

JHC fez acusações no plenário da ALE no mês passado. O caso teve grande repercussão e por isso, os promotores querem saber se o parlamentar confirma as acusações feitas. Segundo João, a gratificação é feita sem controle ou registro nos contracheques dos servidores lotados nos gabinetes dos deputados.

 Ainda segundo o deputado, ele já protocolou um documento na ALE informando a devolução de R$ 650 mil aos cofres públicos, por meio de um depósito na conta única do Estado.
 

Primeira Edição © 2011