Família fica à deriva em lagoa e é salva por policial militar

05/01/2012 13:35

A- A+

Divulgação

compartilhar:

Um passeio de barco pela lagoa, no bairro do Pontal, por pouco não acaba em tragédia. Devido a problemas mecânicos, a embarcação, ocupada por pelo menos quatro pessoas, passou a viajar a deriva causando pânico entre os integrantes da lancha.

Na orla do Pontal, um grupo de policiais militares que participavam de uma confraternização do Departamento de Educação Física da PM no Renato´s Bar e Restaurante observou de perto o desespero da família e um dos PMs, identificado como subtenente Salomão Pereira dos Santos, resolveu ingressar na lagoa para ajudar.

“Vi uma movimentação estranha no barco. O rapaz estava apreensivo, pois o barco não queria pegar. Quando o barco chegou em frente ao restaurante, gritei perguntando se eles queriam ajuda e prontamente o homem disse que sim. Então não pensei duas vezes, entrei na lagoa, mesmo com correnteza e maré alta, e nadei cerca de 150 metros até a embarcação. Lá, um problema na mangueira impossibilitava que a lancha funcionasse e o clima era tenso”, contou o subtenente Salomão.

Após a intervenção do PM, a lancha conseguiu chegar à margem e a ação do policial foi recebida com aplausos. “A preocupação era a possibilidade do barco virar. Tinha crianças na lancha. O caso aconteceu na hora de almoço. Quando soube da pane, o subtenente pulou logo na água e nadou até o local. Acalmou as pessoas e conseguiu fazer o barco sair do lugar. Foi um ato de bravura, pois devido às condições da lagoa naquele dia nem todo mundo teria coragem entrar na lagoa para salvar aquela família”, disse o garçom do Renato´s Bar, Paulo Sérgio.  

Primeira Edição © 2011