João Henrique Caldas vai ao MP prestar depoimento sobre GDE

04/01/2012 08:35

A- A+

Divulgação

compartilhar:

O deputado estadual João Henrique Caldas marcou para quinta-feira, às 9h, o depoimento que irá explicar as denúncias sobre o pagamento de vantagens supostamente indevidas aos servidores da Assembleia Legislativa.

JHC fez as acusações no plenário no mês passado e foi convidado pelos promotores de Justiça Sidrack Nascimento, Norma Medeiros e Jamyl Gonçalves Barbosa para saber se ele reafirma tudo que já foi dito. O grupo foi designado em uma portaria do procurador-geral de Justiça, Eduardo Tavares. O MPE também exigiu a remessa de documentos que comprovem a fraude e a prática de atos de improbidade administrativa.

Segundo JHC, o pagamento da Gratificação de Dedicação Excepcional é feito sem nenhum controle e sem registro nos contracheques dos servidores lotados nos gabinetes dos deputados. O deputado protocolou um documento na Assembleia Legislativa informando que devolveu ao Tesouro Estadual R$ 650 mil, através de um depósito na conta única do Estado.

De acordo com ele, ao todo, o desvio, somados os 27 gabinetes, poderia atingir R$ 70 milhões em uma legislatura. O presidente Fernando Toledo negou a existência de irregularidades e garantiu a legalidade da GDE, baseada em uma lei estadual.

Primeira Edição © 2011