Gêmeos de mesmo lote de embriões nascem com 5 anos de diferença

Casal britânico resolveu esperar até utilizar óvulo fecundado em 2005. A mais nova, Floren, nasceu em 16 de novembro de 2011.

04/01/2012 06:30

A- A+

G1

compartilhar:

Os britânicos Simon e Jody Blake tiveram dois filhos gerados a partir de embriões criados ao mesmo tempo, mas que nasceram com cinco anos de diferença.

A família do casal vive na cidade de Cheltenham, na Inglaterra. A mãe, hoje com 38 anos, apresentava dificuldades para engravidar e começou tratamento contra infertilidade em 2005. Foi quando cinco embriões foram criados por fertilização in vitro em um centro de reprodução humana em Bristol.

Dois desses embriões foram implantados no útero da mãe e um deles deu origem a Reuben, nascida em 9 de dezembro de 2006. Os três embriões restantes foram mantidos em congelamento até o casal decidir ter outra criança em 2011.

Foi quando o casal resolveu utilizar os embriões congelados para ter outro bebê. Apesar de dois deles terem sido perdidos durante o processo de descongelamento, o terceiro deu origem à menina Floren, que nasceu em 16 de novembro de 2011.

A garota veio ao mundo com quase 4 quilos e apenas duas semanas antes do material se tornar inválido para uso, segundo os médicos.

ICSI

A técnica utilizada é conhecida como ICSI e consiste na fecundação de um único óvulo retirado do corpo da mãe por apenas um espermatozoide fornecido pelo pai. O embrião resultante é colocado diretamente no útero e as chances de sucesso podem chegar até 60% em mulheres abaixo de 35 anos.
A decisão de não colocar todos os cinco embriões no útero da mãe e guardar parte deles em congelamento foi a mais correta, segundo o médico Valentine Akande, diretor dos serviços de fertilidade do centro em Bristol.
O especialista explica que, no caso de Jody, cinco óvulos foram retirados da mãe em um único ciclo de tratamento e foram fecundados por cinco espermatozoides diferentes de Simon.
Para o médico, o termo "gêmeos" pode ser usado para classificar a relação entre os dois irmãos, já que os embriões que os originaram foram concebidos ao mesmo tempo. "Mas não se trata de uma gravidez com gêmeos, pois isso significaria que eles tivessem crescido juntos na barriga da mãe", disse Akande à imprensa britânica.

Primeira Edição © 2011