Jorge VI queria árbitros FIFA para comandar clássico CSA x CRB

Mandatário azulino alegou que o “Clássico das Multidões” deve ser apitado por arbitragem experiente

03/01/2012 14:26

A- A+

Marcelo Alves

compartilhar:

Faltando menos de duas semanas para o clássico entre CRB x CSA, válido pela abertura do Campeonato Alagoano deste ano, já começam a surgir as primeiras polêmicas de bastidores. Uma delas coloca em “dúvida” a arbitragem alagoana. O presidente da Federação Alagoana de Futebol (FAF), Gustavo Feijó, disse que recebeu uma ligação telefônica do mandatário do CSA, Jorge VI, solicitando árbitros FIFA para comandar o “Clássico das Multidões”, que será disputado no próximo dia 14.

“Ele (Jorge VI) me ligou na manhã de ontem pedindo para que o clássico (entre CRB x CSA) fosse apitado por árbitros FIFA”, disse Gustavo Feijó. O presidente da FAF disse que pediu para Jorge VI fazer a solicitação por meio de ofício, encaminhado à FAF. “Pedi para ele (Jorge VI) encaminhar um ofício para a Federação (Alagoana de Futebol) solicitando os árbitros de fora do Estado”, disse o presidente da FAF.

Para Gustavo Feijó, a arbitragem alagoana está preparada para apitar o Campeonato Estadual. Ele até citou que a FAF adquiriu pontos rádios comunicadores, que facilitarão a comunicação entre o árbitro e os seus assistentes durante a competição local.

Árbitros e assistentes utilizarão pontos eletrônicos, ou seja, um “sistema de comunicação ponto a ponto”. “Com ele, os três árbitros em campo e o reserva, na lateral, utilizam rádios numa freqüência codificada e trocam informações durante as partidas”, disse Gustavo Feijó.

O presidente-executivo do CRB, Marcos Barbosa, é contrário a vinda de árbitros de fora do Estado para comandar o clássico. “Eu, como presidente do CRB, vou dar credibilidade aos árbitros de Alagoas. Se ele (Jorge VI), optar por árbitros de fora do Estado, que ele pague”, disse Marcos Barbosa. Segundo o mandatário regatiano, a despesa com um trio de árbitros FIFA gira em torno de R$ 18 mil.

Marcos Barbosa ressaltou que a arbitragem alagoana possui árbitros experientes aptos a comandar o clássico entre CSA x CRB como Geoge Feitosa, Mário Sérgio Bancilon e o Francisco Carlos do Nascimento, que é aspirante FIFA.

A reportagem do Primeira Edição entrou em contato com Jorge VI que negou ter solicitado arbitragem FIFA. O mandatário azulino disse que “apenas” perguntou se ele poderia solicitar à faf árbitros de fora. “Eu não solicitei. Apenas perguntei se o CSA podia solicitar. Mas diante do que o Marcos Barbosa falou sobre a experiência de três árbitros alagoanos (Geoge Feitosa, Mário Sérgio Bancilon e o Francisco Carlos do Nascimento) eu não vou solicitar árbitros FIFA”, disse Jorge VI.

Jorge VI disse que a idéia de solicitar árbitros FIFA surgiu porque ele considera que o “Clássico das Multidões” deve ser comandado por uma arbitragem experiente.


 

Primeira Edição © 2011