Desemprego na Espanha sobe em dezembro, mas confiança cresce

03/01/2012 06:27

A- A+

Reuters

compartilhar:

A Espanha registrou ligeiro aumento em sua taxa de desemprego em dezembro, com a tradicionalmente agitada temporada de festas de final de ano fracassando em ofuscar a queda da economia. Apesar da alta, a confiança do consumidor mostrou leve melhora.

O número de pessoas registradas no Ministério do Trabalho como desempregadas subiu 0,04 por cento em dezembro ante o mês anterior, ou em 1.897, totalizando 4,42 milhões de pessoas sem trabalho, mostraram dados oficiais nesta terça-feira.

Em 2011, o desemprego registrado cresceu 7,9 por cento, o equivalente a mais 322.286 pessoas sem ocupação. Quase um terço dos desempregados na zona do euro são espanhois, e pouco menos da metade dos jovens do país não consegue emprego.

"O número do desemprego em dezembro não sugere nenhuma melhora no curto prazo. Não estou esperando dados muito bons nos próximos meses", afirmou o economista do Citi Jose Luiz Martinez.

A economia espanhola provavelmente já deve ter caído em sua segunda recessão em três anos, golpeada pela desaceleração nas exportações a parceiros comerciais enfraquecidos pela crise de dívida na zona do euro e com a demanda doméstica paralisada, diante de consumidores temerosos em perder seus empregos.

Mas a confiança do consumidor subiu para 71,0 pontos em dezembro, contra 70,5 pontos um mês antes. As expectativas para o futuro da economia, no entanto, caíram levemente.

Primeira Edição © 2011