seta

702 postagens no blog

Desfile Cívico de 7 de Setembro volta a ser realizado em Palmeira

08/09/2017 09:45

Em busca do resgate das tradições e para comemorar os 195 anos da Independência do Brasil, a Prefeitura de Palmeira dos Índios realizou o Desfile Cívico de 7 de Setembro, na Avenida Alagoas, e que não acontecia há oito anos no município. A apresentação das escolas e órgãos públicos encheu os olhos dos palmeirenses que acordaram cedo para ir às ruas e prestigiar o evento e exercer o sentimento de patriotismo e o direito à cidadania. Além do desfile tradicional, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e o 10º Batalhão de Polícia Militar fizeram simulações de como socorrer uma vítima e abordagem a um veículo conduzido por suspeito de ações criminosas.

O prefeito Júlio Cezar, emocionado, disse que apesar de o momento político difícil vivido pelo Brasil as pessoas ainda possuem um comportamento de civismo, manifestam e preservam valores e o respeito às instituições. “Apesar de o povo mostrar insatisfação com tudo o que está acontecendo no nosso país, ele ainda acredita na nossa pátria e mostra isso quando sai de casa para assistir ao Desfile Cívico, que não acontecia há muitos anos em nossa cidade”, explicou o prefeito.

E continuou. "O dia Sete de Setembro é um momento muito importante e que não podemos deixar de ser comemorado. Este é também um resgate das nossas datas cívicas e que mostra a luta e a vontade de um povo bom, honesto e trabalhador, apesar de toda a crise política e das dificuldades enfrentadas pela população brasileira. Estou muito feliz, e também emocionado, com toda a receptividade do público, tanto no dia vinte de agosto, na nossa emancipação, e também agora, na Independência do Brasil, que lotou a Avenida Alagoas. Isso mostra que agimos certo ao resgatar o Desfile Cívico de setembro, que estava esquecido na história de Palmeira”, finalizou Júlio Cezar.

seta

Jovens do município de Branquinha recebem capacitação em apicultura

04/09/2017 12:24

Ação da Emater contempla filhos de agricultores do projeto “Colhendo Bons Frutos”, em Branquinha
Ação da Emater contempla filhos de agricultores do projeto “Colhendo Bons Frutos”, em Branquinha


O Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural Sustentável de Alagoas (Emater/AL) realizará, nos dia 4 e 5 de setembro, o segundo módulo do curso básico de apicultura para jovens do assentamento Zumbi dos Palmares, no município de Branquinha. A ação contempla filhos de agricultores do projeto “Colhendo Bons Frutos”, desenvolvido pela faculdade de nutrição da Universidade Federal de Alagoas (UFAL).

A primeira etapa, realizada em junho deste ano, abordou assuntos teóricos como a normatização das instalações para o desenvolvimento das atividades e da comercialização dos produtos, além de instruções para o reconhecimento da flora apícola e apresentação das possibilidades de produção com materiais extraídos das abelhas. 

Na ocasião, os participantes visitaram um entreposto de mel e produtos apícolas em União dos Palmares, onde ouviram relatos do proprietário, Jean Ferreira, sobre o empreendimento.

O segundo módulo será destinado à parte prática, onde os jovens aprenderão as técnicas de captura de enxame, povoamento de colmeias e manejo de apiário em diversos períodos do ano.

De acordo com Dinayse Almeida, técnica da Emater, o curso tem como objetivo despertar o interesse dos jovens pela produção apícola, mantendo-os no campo com uma nova possibilidade de geração de renda. “Os próprios assentados solicitaram a realização do curso, por ser uma atividade rentável”, comentou. 

seta

Projeto oferta atividades para crianças e jovens deodorenses

31/08/2017 10:19

A Prefeitura de Marechal Deodoro, por meio do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV)  da Secretaria de Assistência Social, está realizando uma série de atividades no município. Estas atividades fazem parte do Serviços de Proteção Básica da Secretaria de Assistência Social de Marechal Deodoro e são direcionadas para crianças a partir de 7 anos e adolescentes até os 17 anos.

Todas as atividades são realizadas no Centro Comunitário do Conjunto Gislene Matheus. Além das atividades, são abordados assuntos como: higiene pessoal, regras de convivência, meio ambiente, cidadania, pluralidade cultural, violência, esporte, lazer e sexualidade.

A ideia é que no horário da manhã as crianças que estudam a tarde estejam lá para fazer a prática das atividades, e no horário da tarde crianças que estudam pela manhã.

As atividades são divididas por grupos. Segundo Miriam Rocha, coordenadora do grupo com idade entre 7 a 14 anos, algumas crianças têm preferências por algumas atividades, mas o objetivo é envolver e despertar o interesse pelas demais. As crianças que apresentam melhor facilidade na leitura, irão fazer apresentações teatrais, e as que ainda apresentam alguma dificuldade no desenvolvimento da leitura estão adquirindo o hábito de ler diariamente, para também participar das próximas apresentações.

Nas aulas de artes cênicas, as crianças produzem materiais para o próprio uso, como por exemplo, fantoches que serão utilizados nas apresentações das crianças. Além de desenvolver técnicas para aprender a lidar com a timidez.

A cada mês, o SCFV trabalha um tema, agosto tratou de cultura, onde falaram sobre algumas histórias da cidade. No mês de setembro, o tema será Meio Ambiente, e as crianças e os jovens irão produzir produtos de reciclagem, como garrafas, cd’s e rolos de papel.

Para que os adolescentes tenham uma visão de empreendedorismo, acontece também aulas bijuterias. E a partir de segunda-feira (04), os alunos terão aulas de informática, na sede da MUDDE, na Terra da Esperança.  

Após a reforma da sede do CRAS, que fica localizada na Rua da Praia, as atividades do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos (SCFV) serão realizadas no local, e terá transporte para buscar as crianças e adolescentes para assim receberem as aulas.

Para participar das atividades desenvolvidas pelo Serviço e Convivência Fortalecimento de Vínculo, as crianças e jovens devem estar inseridos no Cadastro Único. Quem tiver interesse em participar deve procurar a coordenação d SCFV no Centro Comunitário do Conjunto Gislene Matheus ou a sede do CRAS, localizado José Dias.

 

Confira os dias em que acontecem as atividades:

Segunda-Feira

Manhã             

07 a 12 anos: Dança e Artes, Orientação social, Esporte

13 a 17 anos: Dança e Artes, Orientação Social, Esportes

Tarde

Dança, Artes, Orientação social, Esporte

Terça-Feira

Manhã

07 a 12 anos: Artes, Capoeira, Música

13 a 17 anos: Capoeira, Artes, Música

 

Tarde

07 a 12 anos: Artes, Capoeira, Música, Dança, Pastoril

13 a 17 anos: Capoeira, Música, Artes

Quarta-Feira

Manhã

07 a 12 anos: Música, Artes, Capoeira, Orientação Social

Tarde

07 a 12 anos: Música, Artes, Capoeira, Orientação Social

Quinta-Feira

Manhã

SEM ATIVIDADES

Tarde

07 a 12 anos: Música, Esporte

13 a 17 anos: Música, Esportes  

Sexta-Feira

Manhã

07 a 12 anos

SEM ATIVIDADES

13 a 17 anos

Oficina de costura para as meninas no CRAS

Tarde

07 a 12 anos

SEM ATIVIDADES

13 a 17 anos

Oficina de costura para as meninas no (CRAS)

seta

Semarh entrega sistema de abastecimento em Poço das Trincheiras

30/08/2017 10:37

Mais de 30 famílias que residem na comunidade Lagoa Bonita III, no município sertanejo de Poço das Trincheiras, estão com água na porta de suas casas, bem como em reservatórios. Para ter acesso a esse benefício, a Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh) entregou na terça-feira (29), um sistema simplificado de abastecimento, por meio do Programa Água Para Todos (PAT), do Ministério da Integração Nacional.

O sistema foi entregue pelo secretário Alexandre Ayres, titular da Semarh, durante um evento promovido pela Prefeitura de Poço das Trincheiras. Estiveram presentes ainda a superintendente Administrativa da secretaria, Michelle Beltrão e o secretário executivo de Gestão Interna, Edilson Ramos.

O sistema simplificado conta com um aparelho dessalinizador, que processa a água salinizada – comum na região sertaneja –, e posteriormente o líquido apto ao consumo humano separado e a água salobra é direcionada a um tanque de rejeito.

Na comunidade Lagoa Bonita III, com a perfuração do poço, uma vazão de 14 mil litros foi constatada, facilitando assim a implantação do sistema simplificado de abastecimento de água.

“Mais um sistema foi entregue à população. Vale ressaltar que essas obras são direcionadas às famílias que residem nas zonas rurais dos municípios da região do Agreste e Sertão de Alagoas, representando um avanço social e econômico para a população que em um passado recente convivia com a escassez de um recurso tão importante para sua sobrevivência”, declarou o secretário.

Além do sistema em Lagoa Bonita III, a Semarh já ampliou o acesso à água na comunidade Pedra da Bola, contemplando 64 famílias. Mais dois sistemas de abastecimento estão sendo executados em Serrinha e Bela Vista. 

seta

São Miguel dos Campos recebe Conferência de Igualdade Racial

29/08/2017 11:38

A cidade de São Miguel dos Campos receberá na próxima sexta-feira, 1º de setembro, representações do poder público e da sociedade civil dos municípios que integram a Região Tabuleiro do Sul, para mais uma etapa intermunicipal preparatória da IV Conferência Estadual de Promoção da Igualdade Racial (IV Coepir). As atividades acontecerão das 8h às 17hs, na Associação dos Canavieiros, localizada no bairro de Fátima, Cidade Alta.

A realização é da Secretaria de Estado da Mulher e dos Direitos Humanos e do Conselho Estadual de Promoção da Igualdade Racial (Conepir), em parceria com a Prefeitura de São Miguel dos Campos. Os demais municípios que integram a região Tabuleiro do Sul são:  Anadia, Boca da Mata, Campo Alegre, Coruripe, Jequiá da Praia, Junqueiro, Roteiro e Teotônio Vilela.

Com o tema “O Brasil na Década de Afrodescendentes: reconhecimento, justiça, desenvolvimentos e igualdade de direitos”, o objetivo da Conferência é reunir representações do poder público e da sociedade civil para discutir e avançar na construção de políticas públicas que atendam as demandas da população negra, quilombola, indígena, cigana e outras etnias, bem como, grupos afro-culturais e religiões de matrizes africanas.

A programação consta de abertura, apresentação cultural, palestra magna sobre o tema central da conferência, a ser ministrada pelo ativista Nuno Coelho, que é jornalista, coordenador de relações institucionais dos APN’s, e conselheiro titular do Conselho Nacional de Promoção da Igualdade Racial e, logo após, discussão e aprovação do regimento interno. Em seguida, acontecerão os Grupos de Trabalho e a Plenária Final, onde serão aprovadas as propostas e eleitos os delegados que irão representar gestores e sociedade civil da região, na IV Coepir, que acontecerá nos dias 24 e 25 de novembro.

Ao todo serão realizadas de 09 (nove) etapas intermunicipais. Além das três já ocorridas nos municípios de Penedo (Baixo São Francisco), Delmiro Gouveia (Alto Sertão) e Maragogi (Norte), as próximas serão Arapiraca, dia 5 de setembro (Agreste); Santana do Ipanema, 15/09 (Médio Sertão); Palmeira dos Índios, 15/09, (Planalto da Borborema); Maceió 22/09 (Região Metropolitana); e União dos Palmares, 29/09 (Região Serrana dos Quilombos).

Valdice Gomes /Helcias Pereira 

 

seta

Primeira Edição © 2011