seta

881 postagens no blog

Festival Viva Arapiraca terá show da banda Vibrações no dia 16

15/10/2013 09:33

Um dos mais notáveis expoentes da Reggae Music de Alagoas, o grupo Vibrações foi escalado no cast do festival Viva Arapiraca, que acontece nos dias 14, 15, 16 e 17 de novembro.

Contemplando o dia em que o evento gratuito traz o cantor Nando Reis para Arapiraca pela primeira vez, a banda maceioense comemora seus 15 anos de trabalho às margens do Lago da Perucaba.

A presença do quinteto regueiro foi anunciada na manhã desta terça-feira (15) pela Prefeitura de Arapiraca. Eles tocarão no dia 16 de novembro para um público de mais de 50 mil.

"Desde o início, o Viva vem trazendo atrações que moldam seus ouvintes. Há pessoas que nunca ouviram certas bandas e começam a escutá-las a partir de um show assistido no festival. Isto é muito positivo para nós! O grupo Vibrações, por sua vez, tem seu nome já conhecido em âmbito nacional e só vem agregar ainda mais valor ao evento, comemorando seus 15 anos aqui conosco", pontua Yale Fernandes (PMDB).

Referência

De fato, eles existem desde 1998, sempre a misturar o ritmo jamaicano com as nuances da música nordestina e afrobrasileira. Com letras de apelo pacífico e muitas outras de denúncia social, a Vibrações conquistou fãs não apenas de Alagoas, mas do Brasil, chegando a tocar ao lado de lendas do estilo como Eric Donaldson e Edson Gomes.

seta

Escolas municipais de São Miguel dos Campos comemoram semana da criança

15/10/2013 04:22

As escolas municipais de São Miguel dos Campos, realizaram no período de 07 a 11 de outubro, comemorações alusivas ao Dia da Criança.

A iniciativa dos gestores escolares, articulados com os coordenadores pedagógicos, os professores, demais funcionários, pais e a comunidade escolar, promoveu momentos de alegria, motivação e entretenimento entre todos os envolvidos.

Cada dia da semana foi programado com atividades pedagógicas através de uma agenda cultural e esportiva. A diversão contou com apresentações de palhaços, diversão em cama elástica (pula-pula), torneio de futebol, apresentações dos professores fantasiados de personagens de contos de fada, dramatizações e muitas guloseimas (churros, algodão doce, pipocas, sanduíches, pirulitos).

Algumas escolas proporcionaram passeios fora do espaço escolar no trabalho de extensão, ampliando os conhecimentos e aguçando o olhar para vivência de experiências em outros espaços.

A culminância dos trabalhos realizados nas escolas acontecerá no dia 25 de outubro, encerrando com uma socialização entre as escolas municipais: Professora Linaura, Professora Ineide Nogueira, Professora Maria Nildes, Professora Dionízia Apratto, SESI (Extensão da escola Professora Noêmia Bastos), e o grupo do Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculo (SCFV).

O evento contará com um desfile que acontecerá na parte alta da cidade com concentração no antigo casarão e saída prevista às 15h30, percorrendo as principais avenidas dos loteamentos Hélio Jatobá e Bairro de Fátima, com encerramento em frente ao Estádio Ferreirão onde acontecerão apresentações dos alunos das referidas escolas e das bandas fanfarras municipais e de cinco escolas convidadas.

O desfile destacará o mundo mágico da infância através de trabalhos desenvolvidos a partir da leitura, com o projeto Leitura Caminho do Conhecimento.

“Convidamos toda sociedade miguelense para prestigiar mais um trabalho desenvolvido por todos que fazem a educação desse município. Queremos agradecer ao prefeito George Clemente, pelo apoio dado e pela iniciativa da realização do desfile na parte alta da cidade”, agradeceu a secretária de Educação do município, Maria do Amparo.

A Secretaria Municipal de Educação parabeniza a todos que se envolveram direta e indiretamente na promoção desse evento significativo para todas as crianças das escolas municipais de São Miguel dos Campos.

seta

Feira da Reforma Agrária em Arapiraca celebra a produção de assentamentos e acampamentos

14/10/2013 15:08

A partir do dia 16 até 18/10, trabalhadores rurais assentados e acampados de diversas regiões do Estado de Alagoas ocupam o Parque Ceci Cunha (em frente ao Ginásio de Esportes João Paulo II) para apresentar a produção agrícola e artesanal fruto da luta pela Reforma Agrária. A 1ª Feira da Reforma Agrária de Arapiraca é uma realização do Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST).

Serão dezenas de feirantes vindos de toda região Agreste e das demais regiões de Alagoas (do Litoral ao Sertão), que convidam toda população arapiraquense a conhecer os produtos livres de agrotóxicos e cultivados com uma base orgânica. A comercialização segue uma tabela de preços abaixo do mercado, atrativo para as famílias da cidade que queiram adquirir produtos saudáveis e baratos.

Entre os méritos da Feira, está a venda direta do produtor ao consumidor final, eliminando a figura do atravessador. Este elemento que costuma lucrar tanto sobre a família que produz, como a família que consome em sua mesa a produção agrícola, é eliminado com a venda direta. Aquele que produz pode usufruir de maior lucratividade ao comercializar seus produtos e aquele que consome, paga mais barato para ter mesa farta.

A Feira da Reforma Agrária é um evento já consolidado na capital Maceió, mas que chega, sob forte apelo, pela primeira vez à segunda maior cidade do Estado, Arapiraca. Em Maceió, a Feira, que acontece sempre na primeira quinzena de setembro, atingiu a marca de 14 edições, atraindo milhares de compradores e admiradores para as ruas que abrigam os camponeses e suas barracas.

Para o MST, a Feira materializa a utopia dos trabalhadores rurais, que, organizados, mantém acesas as lutas nas ocupações, marchas e mobilizações e conquistam o futuro sonhado. Segundo uma das organizadoras da Feira em Arapiraca, Luana Pommé, do Setor de Educação do MST, “a Feira é fruto do papel que a reforma agrária e os assentamentos cumprem na sociedade com a produção de alimentos saudáveis, base para a vida, tanto no campo quanto na cidade. Esta é uma prestação de contas sobre o que a reforma agrária produz”.

A 1ªFeira da Reforma Agrária de Arapiraca celebra a produção de alimentos saudáveis e terá abertura justamente no dia 16/10 – Dia Mundial da Alimentação, reconhecido pela Organização das Nações Unidas (ONU) desde 1981. Recentemente, a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) reconheceu o papel crucial que cumpre a Via Campesina (organização à qual pertence o MST) como maior produtor de alimentos em escala mundial.

Saúde para toda população

A Feira representa também a contraposição ao modelo atual de agricultura, que privilegia as grandes extensões de terra e o monocultivo para exportação, tudo isso aliado ao envenenamento de lavouras em todo país. Neste atual modelo de produção no campo, uma das consequências gritantes é o alto nível de consumo de agroquímicos (estima-se que cada brasileiro consome em média 5 litros de veneno por ano).

Na contra-mola desta realidade, o cultivo em acampamentos e assentamentos sugere uma transição agroecológica, em que o trabalho agrícola é aliado à preservação ambiental e ao desenvolvimento social das famílias. Uma série de técnicas vêm sendo empregada nas lavouras (como o uso de biofertilizantes e biodefensivos), privilegiando o conhecimento tradicional ora abandonados pela força do modelo capitalista no campo.

Outra relevância nesta forma de cultivo, que resgata o conhecimento camponês em detrimento da tecnologia externa à realidade local, está na diversidade de cultivos. Esta é a característica que salta aos olhos na Feira. Pra onde se olha, a variedade é o que se vê: macaxeira, hortaliças, banana, laranja, abóbora, farinha, galinha de capoeira, patos, artesanatos... um sem fim de produtos que trazem saúde a toda população.

Programação variada

Quem visita a primeira edição da Feira da Reforma Agrária em Arapiraca tem acesso não somente a produtos de qualidade vindos direto da roça, mas pode participar de uma variada programação. As barracas já começam a comercialização desde cedo no dia 16/10 e a Cerimônia de Abertura do evento acontece às 17h. Todas as tardes, rodas de conversa sobre temas ligados à Reforma Agrária serão abertas ao público. E nas noites, a animação popular sobe ao palco do Festival de Cultura Popular, sempre a partir das 17h.

“Ao trazermos alimentos produzidos nos assentamentos da região de Arapiraca e de outras regiões do estado, oferecemos para as pessoas da cidade produção saudável sem o uso de agrotóxicos, além de trazermos a cultura do campo nos artesanatos, nas apresentações culturais, sendo este um importante momento de diálogo com a sociedade, contando inclusive com rodas de conversa sobre a luta pela terra, saúde e educação do campo”, salienta Luana.

seta

Municípios alagoanos entram no projeto "Cidades Digitais"

14/10/2013 13:14

As cidades de Delmiro Gouveia e Estrela de Alagoas foram contempladas no projeto do Ministério das Comunicações chamado "Cidades Digitais". O programa tem como objetivo facilitar o acesso da população as serviços municipais através da informatização das prefeituras.

A lista foi divulgada nesta segunda-feira (14) no Diário Oficial da União e traz a lista de mais 260 cidades contempladas. O projeto faz parte do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC 2) e prevê a instalação de infraestrutura de conexão de rede entre órgãos públicos municipais e a instalação de aplicativos de governo eletrônico para gerir os setores financeiro, tributário, da saúde e da educação.

Segundo a portaria, os municípios serão convocados pelo Ministério para assinatura do
Acordo de Cooperação e recebimento de instruções básicas acerca dos próximos passos.
 

seta

Prefeitura promove grande festa para as crianças de Feira Grande

13/10/2013 07:00

Tem Brincadeira, tem sim senhor. Tem alegria, tem sim senhor. Foi com esse sentimento e entusiasmo que mais de mil crianças feiragrandenses puderam se divertir na tarde deste sábado, 12, no Ginásio Poliesportivo Jair Carvalho de Lira.

As ações foram idealizadas pelo prefeito Veridiano Almir (PMDB) e pela Prefeitura de Feira Grande, através da Secretaria Municipal de Cultura.

Durante toda tarde, os jovens, que em sua maioria estavam acompanhados dos pais, participaram de brincadeiras no pula pula, cama elástica, touro mecânico e com os palhaços Linguiça e Camarão.

As crianças também ganharam algodão doce e guloseimas, além de terem pintado seus rostos com vários desenhos. A banda de fanfarra Francisco Apóstolo Lira se apresentou com os seus instrumentos e balizas, e empolgou a garotada.

A secretária de Cultura, Renata Manhães, que acompanhou toda festa, destacou o Dia das Crianças como uma data especial e agradeceu o prefeito Veridiano Almir pela iniciativa.

“Quando olhamos cada sorriso, cada pulo, cada brincadeira, nos enche de orgulho esse momento. O Dia das Crianças tem que sempre ser comemorado assim, com muita animação para esses pequenos feiragrandenses. O prefeito Veridiano pode proporcionar uma grande alegria para população”, comentou.

O garoto José Ailton, 11 anos, era uma das crianças que não paravam de brincar. “Tem muitas brincadeiras, doces e podemos conhecer novos amigos. Estou muito feliz por estar aqui”, disse o jovem, que ao responder a pergunta voltou correndo para brincar novamente.

seta

Primeira Edição © 2011