seta

676 postagens no blog

Em ato público, população pede retorno de Leopoldo Pedrosa à Prefeitura de Maribondo

10/07/2017 16:38

Nesta segunda-feira (10), cerca de 1500 pessoas saíram às ruas de Maribondo para chamar a atenção da Justiça e da sociedade, contra o que consideram uma ameaça ao clima de estabilidade que a cidade vive desde o momento em que o gestor Leopoldo Pedrosa, assumiu a prefeitura no início deste ano. Vestidos de preto e carregando cartazes e faixas com as frases “Estamos com você Leopoldo” e "Maribondo quer continuar sorrindo, volta prefeito" , o ato público reuniu idosos, jovens, empresários, comerciantes e representantes da sociedade civil.  

De acordo com a dona Maria José, aposentada de 67 anos, a ação teve o intuito de chamar a atenção da justiça para que o município não volte aos dias de incerteza amargado durante décadas. "Há anos a população de Maribondo tem lutado para sair dos governos de atraso e corrupção. Desde quando o Leopoldo assumiu, recebemos nossos salários rigorosamente em dia, e em todas as áreas, a exemplo da saúde, educação e infraestrutura, testemunhamos inúmeros avanços. Não estamos em situação de julgar ninguém pela sua vida pessoal, o que queremos é preservar um mandato que tem 90% de aprovação", destacou ela. 

De acordo com os organizadores, cerca de 2 mil pessoas aderiram ao ato público que percorreu as principais ruas da cidade. Os manifestantes também foram ao Fórum, onde protocolaram um abaixo assinado que já contém mais de 5 mil assinaturas. Leopoldo Pedroso foi eleito com 3472 votos. Na porta das lojas, faixas pretas simbolizavam a adesão dos comerciantes ao movimento. 

"Essa prisão está mexendo com todos nós e com o rumo da cidade que pode passar a depender de outro projeto de governo nos próximos dias. O que queremos é que a justiça ouça o clamor de toda a população, que aprova a gestão do prefeito Leopoldo e deseja ansiosamente que tudo volte à normalidade. Os números de aprovação do mandato dele são resultado de uma administração comprometida, que ao contrário de outras que por aqui passaram, voltou a aquecer a economia e trouxe mais segurança e harmonia para toda a comunidade. Não queremos e não vamos admitir mudanças políticas que irão gerar desconforto aos munícipes. Nosso intuito com esse ato, é chamar a  atenção da Justiça para que enxergue que Maribondo vive hoje uma outra realidade, e eles precisam separar o julgamento da vida pessoal com a do gestor sério e trabalhador que elegemos e defenderemos", relatou um dos organizadores. 

seta

Prefeitura de Anadia realiza programação em comemoração aos 216 anos de aniversário

13/07/2017 11:02

Na próxima terça-feira (18), o município de Anadia completará 216 anos. E para comemorar, a Prefeitura, através do Prefeito Celino Rocha e do vice-prefeito Dr. Fernando Pedrosa, está preparando uma vasta programação para festejar junto aos munícipes, servidores, empresários e autoridades, a importante data.

"Convidamos a todos para participar dessa grande festa. Anadia está vivenciando dias promissores, e, com o empenho da nossa equipe de governo e o apoio da população, estamos conseguindo fazer um bom trabalho, cumprindo nossos compromissos, e melhorando a cada dia a vida dos anadienses", avaliou Celino Rocha. 


O dia festivo terá início às 07h em frente ao prédio da prefeitura com o Hasteamento das Bandeiras e, em seguida, a Missa em Ação de Graças. Logo após, serão inauguradas várias obras no município como, por exemplo, a garagem municipal e a Central de Atendimento ao Cidadão. Além disso, haverá a entrega da reforma do setor ambulatorial da Unidade Mista Senador Rui Palmeira.

O tradicional Desfile Cívico com apresentações de bandas fanfarras dos municípios convidados e da escola municipal Ulisses Botelho, está programado para acontecer a partir das 15h, na Praça Dr. Campelo de Almeida. Já os shows artísticos acontecerão a partir das 22h, com a banda Brega Light e a cantora Samyra Show. 


Confira a programação completa:

07h Hasteamento dos Pavilhões 
Local: sede da prefeitura 

08h Celebração da Missa 
Local: Igreja Matriz 

9h Solenidades de entrega de obras públicas: 
- Inauguração da Garagem Municipal
- Entrega da reforma do setor ambulatorial da Unidade Mista Senador Rui Palmeira 
- Inauguração da Central de Atendimento ao Cidadão 

15h Desfile Cívico com apresentações das Bandas Fanfarras dos municípios convidados e da escola municipal Ulisses Botelho

22h Shows da Banda Brega Light e da cantora Samyra Show Local: Praça Dr. Campelo de Almeida

 

seta

Arsal fiscaliza qualidade da água distribuída em Arapiraca

17/07/2017 15:31

Técnicos da Gerência de Saneamento da Agência Reguladora de Serviços Públicos de Alagoas (Arsal) realizaram uma fiscalização de rotina no Laboratório de Análise de Água da Companhia de Saneamento (Casal), localizado em Arapiraca. Durante os dias 13 e 14 deste mês, a equipe verificou se a qualidade da água distribuída na cidade e em outros municípios do Agreste foi afetada em razão das chuvas que caíram no Estado nos últimos dias.
 
Conforme informações prestadas pelos técnicos que atuam no laboratório, foram observadas pequenas alterações na qualidade da água e, para revertê-las, a Casal aplicou um percentual maior de cloro e dobrou a limpeza dos filtros – que passou a ser feita duas vezes por dia - na Estação de Tratamento de Água.
 
A fiscalização da Agência Reguladora foi informada ainda que, devido a esse reforço na limpeza dos filtros, houve interrupções no abastecimento em alguns bairros da cidade, mas a situação já está sendo regularizada.
 
Os técnicos da Arsal também coletaram amostras de água de uma residência escolhida aleatoriamente na cidade e, após análise, constataram que elas estavam dentro dos padrões descritos pela própria Casal e estabelecidos pela Agência Reguladora.
 
Municípios regulados
Em Alagoas, o saneamento básico é regulado em 35 municípios: Arapiraca, Craíbas, Lagoa da Canoa, Olho D’Água Grande, Igaci, São Brás, Feira Grande, Girau do Ponciano, Coité do Noia, Campo Grande, Ouro Branco, Santana do Ipanema, Poço das Trincheiras, Senador Rui Palmeira, São José da Tapera, Cacimbinhas, Monteirópolis, Olivença, Maravilha, Carneiros, Estrela de Alagoas, Jacaré dos Homens, Batalha, Piranhas, Pariconha, Olho D’Água do Casado, Inhapi, Delmiro Gouveia, Campestre, Messias, Santa Luzia do Norte, Barra de São Miguel, Palmeira dos Índios e Japaratinga.
 
Para o registro de demandas, os usuários do Sistema de Saneamento Básico destes municípios devem procurar primeiramente a Casal, acionando a Arsal caso não tenham a demanda atendida a contento, por meio do telefone de discagem gratuita, 0800 284-0429 (de segunda a sexta, das 8h às 14h), presencialmente (nas sedes da Agência Reguladora, em Maceió ou em Arapiraca) ou pelo site www.arsal.al.gov.br
 

seta

67 municípios já podem se inscrever no Selo UNICEF

18/07/2017 10:44

As inscrições para a o Selo UNICEF – Edição 2017-2020 estão abertas. Podem se inscrever 2.278 municípios do Semiárido até o dia 31 de julho. Entre eles, os 67 municípios do semiárido alagoano. A iniciativa do Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) estimula que os municípios implementem políticas públicas para garantia dos direitos das crianças e dos adolescentes. Os documentos para a inscrição podem ser acessados em www.selounicef.org.br.
 
Nos próximos quatros anos, os municípios inscritos deverão investir em ações para melhorar a oferta e a qualidade de serviços de saúde, educação, assistência social e participação, visando produzir impactos reais e positivos na vida de crianças e adolescentes. O Selo UNICEF é uma certificação internacional com objetivo de mobilizar a sociedade, poder público e parceiros em reconhecimento aos avanços registrados pela infância e adolescência.

“O UNICEF capacita os gestores municipais e define os indicadores que ajudarão a monitorar os resultados das ações. Mas esses resultados só aparecem em consequência de um trabalho intersetorial no município”, diz o representante do UNICEF no Brasil, Gary Stahl.

Na edição de 2013-2016 foram certificados os municípios alagoanos de Arapiraca, Coité do Nóia, Delmiro Gouveia, Limoeiro de Anadia, Palmeira dos Índios, Piranhas, Quebrangulo, São Sebastião, Taquarana e Teotônio Vilela.

Quem pode se inscrever
Podem aderir ao Selo os municípios localizados em nove Estados do Semiárido (Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe) e nos nove Estados que compõem a Amazônia (Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Rondônia, Roraima e Tocantins).
 
Resultados concretos
Na edição 2013-2016, o Selo UNICEF recebeu 1.745 inscrições de municípios na Amazônia e no Semiárido. Mesmo diante de desafios econômicos e sociais, 504 municípios brasileiros foram certificados pelo Selo UNICEF, apresentando melhoria em diferentes indicadores, muitas vezes com desempenho superior à média nacional.
 
“Os resultados aparecem para quase todos os municípios que participam, não apenas para aqueles que são certificados. A certificação é um reconhecimento àqueles que melhoram mais do que a média”, explica o representante do UNICEF no Brasil.

Além dos 504 municípios certificados na última edição, outros 448 municípios concluíram todas as etapas da iniciativa e, mesmo não atingindo todas as metas para conseguir a certificação, registraram avanços significativos para infância e adolescência.
 
Tanto os municípios certificados quanto aqueles que cumpriram todas as etapas (no total, 952 municípios avaliados) realizaram ações concretas e conseguiram melhorar indicadores sociais em áreas como saúde, educação, proteção e participação social.

Resultados da Edição 2013-2016
Redução da mortalidade infantil: De 2011 a 2014, a taxa de mortalidade infantil caiu 5,2% no Brasil. Nos municípios certificados pelo Selo UNICEF em 2016, a queda foi de 8,1% no Semiárido e 9,8% na Amazônia. A queda se deve a um conjunto de medidas adotadas por esses municípios, como o aumento do acesso ao pré-natal.
 
Acesso e permanência na escola: De 2012 a 2015, a taxa de abandono no ensino fundamental caiu 34% entre os municípios certificados pelo Selo no Semiárido e 18,9% entre os da Amazônia, enquanto no Brasil a redução foi de 26% (de 2,4% para 1,7% no mesmo período).

Enfrentamento do trabalho infantil e da violência sexual: No Semiárido, 491 municípios realizaram ações de informação e comunicação de prevenção à violência sexual e 451 ao trabalho infantil. Na Amazônia, 147 municípios realizaram campanhas de combate ao trabalho infantil e 134 realizaram projetos voltados ao atendimento de medidas socioeducativas em meio aberto, incluindo capacitação de equipes e serviços de referência.

Participação social: Ao todo, 525 municípios participantes do Semiárido criaram Núcleos de Cidadania dos Adolescentes (NUCAs), envolvendo 11.500 meninos e meninas, que se tornaram mobilizadores de outros adolescentes. Na Amazônia, foi criada a rede Juventude Unida pela Vida na Amazônia (JUVA), que realizou quatro encontros regionais, mobilizando mais de 10 mil crianças e adolescentes.

Sobre o UNICEF – O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) promove os direitos e o bem-estar de cada criança em tudo o que faz. Com seus parceiros, trabalha em 190 países e territórios para transformar esse compromisso em ações concretas que beneficiem todas as crianças, em qualquer parte do mundo, concentrando especialmente seus esforços para chegar às crianças mais vulneráveis e excluídas.

seta

IX Conferência de Assistência Social será realizada nesta quarta-feira (19)

19/07/2017 09:29

A prefeitura de Palmeira dos Índios, por meio da Secretaria Municipal de Assistência, Inclusão e Desenvolvimento Social e do Conselho Municipal de Assistência Social, promoverá a IX Conferência Municipal de Assistência Social, com o tema “Garantia de Direitos no Fortalecimento do Sistema Único de Assistência Social (Suas)”. O evento bienal será realizado nesta quarta-feira (19) na sede da Associação Atlética do Banco do Brasil (AABB) do município, a partir das 8h.

De acordo com a secretária de Assistência Social Damaris Monica Targino, durante a Conferência será feito um paralelo dos últimos seis meses da atual gestão com o que já foi realizado dentro da assistência no município, nos últimos dois anos. “Vale ressaltar que tivemos avanços consideráveis, propiciados pela atual administração municipal, nesses seis meses de gestão, como a Lei do Suas, a adesão ao Programa Criança Feliz, além de campanhas de conscientização e mobilização contra abuso e exploração sexual de crianças e adolescentes e trabalho infantil, entre outras. Este será um momento de muita importância para avaliarmos o que já foi feito e o que ainda poderemos realizar dentro da assistência no município”, explicou a secretária.
 
Para o prefeito Júlio Cezar, a adesão da prefeitura a programas que beneficiem e incluam a criança, o adolescente e pessoas em situação de vulnerabilidade social é um dever do município. “Recentemente apoiamos o programa AABB Comunidade, em parceria com a Federação das AABB. O programa consiste em uma proposta de complementação educacional, baseada na valorização da cultura do educando e de sua comunidade. Tivemos claras percepções dos avanços sociais, a partir da priorização da integração dos serviços de proteção básica e social e proteção especial por meio dos programas. A Conferência vem para reforçar tudo isso e a presença de todos é de extrema importância”, completou o prefeito.
 

seta

Primeira Edição © 2011