seta

191 postagens no blog

12 de maio: Dia Mundial da Enfermagem

12/05/2017 20:00

12 de maio de 1820, nascia em Londres, na Inglaterra, Florence Nightingale. Uma mulher corajosa, pioneira no trabalho de cuidar de feridos durante a Guerra da Criméia, e que 197 anos depois continua sendo homenageada pela árdua missão que exerceu, tendo a data do seu nascimento hoje marcada como Dia Mundial da Enfermagem. No Brasil, a considerada primeira enfermeira foi Anna Nery, nascida na Bahia. Ela foi a pioneira numa das profissões mais importantes no meio da saúde.

Neste dia conversamos com a enfermeira Wizianne Gonçalves Barros, gerente operacional do Home Care Humanité. Veja!

“O papel do enfermeiro na equipe médica consiste em prestar o atendimento individualizado e humanizado em diversas situações críticas de forma continuada e integrada em conjunto com os outros membros da equipe, visando a qualidade na assistência. Os enfermeiros desenvolvem, junto com a equipe médica habilidades para que possam atuar em situações  inesperadas de forma objetiva e sincrônica, responsabilizando-se pelo processo de educação em saúde dos indivíduos e familiares sob seu cuidado, reconhecendo o contexto de vida e os hábitos sócioeconomicos e culturais destes”, explica Wizianne.

Como disse a Wizianne, a profissão requer muita técnica e cuidado, afinal é a vida humana que também está nas mãos desses profissionais, por isso o orgulho. “Enfermagem é uma profissão que requer dedicação, ética e muito amor. De fato o relacionamento direto com o paciente é único, visto que na maioria das vezes atendemos as necessidades diárias deles. Fico extremamente feliz quando vejo o sorriso no rosto de cada paciente, isso é gratificante”, orgulha-se ela. 

Formada há quatro anos, Wizianne trabalha há um ano e meio no Home Care do Humanité, onde tem o respeito de sua equipe É colaboradores pelo bom trabalho prestado. “É uma responsabilidade muito grande cuidar de vidas, porém me sinto privilegiada em realizar o cuidar do outro. Sou realizada e extremamente feliz com a profissão que escolhi”, finaliza

seta

Projeto de Lei regulamenta profissão de Designer Gráfico no Brasil

16/05/2017 17:53

No dia Mundial do Design Gráfico, comemorado no último dia 27 de abril, o deputado federal Roberto Sales (PRB-RJ) apresentou, à Mesa da Câmara de Deputados, em Brasília, o Projeto de Lei PL 7520/2017 que regulamenta a profissão de Designer Gráfico no Brasil. Na ocasião, o parlamentar estava acompanhado do coordenador nacional do Movimento dos Designers do Brasil (MDB), Edelino Bobadilha, e do vice-coordenador, Alan Patrick,

A proposta valoriza a formação acadêmica e a experiência profissional da atividade, além de outros critérios para ser considerado profissional da área.

Segundo os profissionais da área, o exercício da atividade, sem conhecimento técnico, pode trazer riscos à saúde e à segurança, como por exemplo, no uso de signos incorretos de sinalizações ou na disposição incorreta de informações em embalagens.

Será considerado Designer Gráfico

– Aquele que possui diploma de graduação plena e graduação tecnológica, emitido por curso de Design devidamente registrado e reconhecido pelo Ministério da Educação;

– Comprove o exercício da atividade de Designer Gráfico por período superior a cinco anos até a data da publicação desta Lei;

– Possua diploma de instituições estrangeiras de ensino superior de designer devidamente revalidado e registrado no país;

– Tenha exercício da atividade de Designer Gráfico amparado por convênios internacionais de intercâmbio;

De acordo com o Projeto de Lei, profissionais que tenham formação nas seguintes áreas também poderão ter a certificação da profissão: Comunicação Visual, Desenho Industrial, Programação Visual, Design Gráfico, Design Industrial, Design de Embalagem, Design Editorial, Design Digital, Design de Interação, Design de Games, Design de Sinalização, Web Design, entre outras correlatas.

O projeto é fruto de uma iniciativa do Movimento de Designers do Brasil (MDB), que solicitaram ao deputado Roberto Sales a apresentação do Projeto de Lei.

Segundo o parlamentar do PRB, os profissionais do setor aguardam há muitos anos uma lei que regulamente a profissão. “Vamos lutar para que o projeto seja aprovado. A escolha da data foi proposital, não teria data melhor para entrar com esse projeto, que hoje que tem papel fundamental como elo entre a indústria e o mercado”, argumenta Sales.

“A regulamentação do exercício da profissão de Designer Gráfico é o sonho de milhares de designers de todo o Brasil, pois traz avanços para a categoria. Ficamos fortalecidos do ponto de vista legal, ganhamos reconhecimento. O mercado de trabalho passa a ser valorizado. O profissional passará a ter mais credibilidade e sofrerá menos o efeito de concorrências desleais. Sem falar na criação de benefícios trabalhistas para os designers, incluindo melhores salários. Esta é a nossa primeira ação. Viemos pessoalmente apresentar o projeto que regulamenta a nossa profissão. Escolhemos 27 de abril, Dia Mundial do Designer Gráfico, para atingir esse objetivo. A união da categoria será fundamental”, destaca o coordenador nacional, Edelino Bobadilha.

Qual a missão do Movimento dos Designers do Brasil (MDB)?

O Movimento dos Designers do Brasil (MDB) é um movimento nacional, sem fins lucrativos, que tem como objetivos a defesa do design e dos profissionais do design e a regulamentação da profissão.

Como fica a situação dos profissionais que não possuem diploma de graduação plena e graduação tecnológica?

O portfólio define o Designer.

Quais as próximas ações?

– Dialogar com os designers, associações e sites que promovem o design no país.

– Criar comissões por estado e dialogar com os deputados e senadores.

– Audiência publica na Câmara dos Deputados, em Brasília, para debater a regulamentação da profissão.

– Audiências públicas nos estados e municípios para debater a regulamentação da profissão.

– Apresentação do Projeto de Lei que regulamenta a profissão de Designer de Produto.

– Apresentação do Projeto de Lei que regulamenta a profissão de Designer de Moda.

Entidades:

Quero parabenizar as entidades que atuam na proteção e na representação dos designers gráficos no País. Entidades que são referências, das quais podemos citar: Associação Brasileira de Empresas de Design (Abedesign), Associação Catarinense de Design (SCDesign), Associação dos Designers Gráficos (ADG Brasil), Associação dos Designers Gráficos do Distrito Federal (Adegraf), Associação dos Profissionais em Design do Rio Grande do Sul (ApDesign), Associação das Empresas e Profissionais de Design do Paraná (ProDesign-PR), Centro Brasileiro de Design Industrial (CBDI), Centro Brasil Design (CBD) e Sociedade Brasileira de Design da Informação (SBDI),’’ destaca o coordenador nacional, Edelino Bobadilha.

Você pode acompanhar a página do Movimento dos Designers do Brasil no facebook aqui, ou o trâmite na Câmara aqui. Quanto maior o envolvimento da sociedade e dos profissionais nesta questão, maior a chance de regularização de uma categoria profissional que exerce dignamente sua função.

Leia o PL 7520/2017 na íntegra:

seta

24 de maio, Dia Nacional do Café

24/05/2017 17:14

Uma das bebidas mais consumidas pelos brasileiros tem até um dia só pra ela. Comemorado hoje, 24 de maio, o Dia Nacional do Café é uma ótima data para preparar uma deliciosa receita e a Melitta sugere atum com crosta de gergelim e molho de café. Confira abaixo e aproveite!

Ingredientes

500g de atum fresco em um só pedaço

1 colher (chá) de sal

4 colheres (sopa) de sementes de gergelim

1 colher (sopa) de azeite

Molho Agridoce de Café Melitta

2 colheres (sopa) de açúcar

½ xícara (chá) de café Melitta passado bem forte

2 colheres (sopa) de molho de soja

1 colher (chá) de mostarda

1 colher (café) de sal

1 colher (chá) de amido de milho

4 colheres (sopa) de água

 

Guarnição

1 colher (sopa) de azeite

1 colher (café) de gengibre ralado

1 alho-poró em tiras finas

1 manga média em fatias

1 colher (café) de sal

Modo de preparo

O primeiro passo é preparar o molho. Coloque o açúcar em uma panela e leve ao fogo baixo, até começar a caramelizar. Regue com o café e vá mexendo até dissolver os torrões de açúcar. Adicione o molho de soja, a mostarda, o sal e o amido de milho dissolvido na água. Mexa mais cinco minutos e reserve. Em seguida, organize a guarnição. Refogue o gengibre no azeite e adicione o alho-poró, a manga e o sal. Deixe cozinhar por cinco minutos, retire e acrescente a cebolinha verde picada. Reserve.

Tempere o atum com o sal. Coloque o gergelim em um prato e empane o peixe de todos os lados. Aqueça uma frigideira com o azeite e coloque o atum para grelhar: um minuto de cada lado. Retire, espere amornar e fatie em quatro pedaços.

Montagem

Em um prato, coloque dois pedaços de atum, um sobre o outro. Coloque metade da guarnição ao lado. Regue o peixe com um pouco do molho de café Melitta. Monte o outro prato e sirva.

Dica: o tempo de grelhar é muito rápido para que o gergelim não queime e o atum permaneça rosado no centro.

Tempo de Preparo: 50 minutos

Rendimento: 2 porções 

Calorias: 600 a porção

Proteínas: 70g

Carboidratos: 48g

Gorduras: 13,8g

Fibras: 5,5g

Sódio: 1250mg

SIM – Serviço de Informação Melitta  0800 140203

Sobre a Melitta

A Melitta é uma companhia que desenvolve produtos que ofereçam aos consumidores o máximo do prazer do café. A empresa tem em seu portfólio café Melitta, filtros, acessórios, e as marcas café Bom Jesus e café Barão. Multinacional alemã, a Melitta foi fundada em 1908, em Dresden, por Melitta Bentz, criadora do primeiro filtro de papel para coar café. Hoje, presente em 60 países, o Grupo Melitta tem no Brasil o 2º maior mercado. Para mais informações, visite www.melitta.com.br. Siga-nos no Instagram @melittabrasil e curta a fan page www.facebook.com/MelittaBrasil.

seta

Aposentadoria: fim ou começo?

25/05/2017 14:42

Quando, depois de aposentado como juiz, também como professor me aposentei, fui tomado por uma crise de identidade.

O vazio manifestou-se forte quando tive de preencher a ficha de entrada num hotel em Santa Catarina.

Que profissão vou colocar aqui? Pensei alto.

Se estava aposentado na magistratura e no magistério, nem como juiz, nem como professor poderia me definir.

"Ser ou não ser", eis a questão.  Shakespeare, pela boca de Hamlet, percebeu a tragédia humana antes de Freud.

Ah, sim. Já sei. E escrevi na ficha do hotel, resolutamente: Professor itinerante.

Não que já fosse um verdadeiro professor itinerante. Estava mal e mal começando a jornada. Entretanto, essa autodefinição marcou no meu espírito uma mudança radical e fixei ali um itinerário de vida pós-aposentadoria.

Fiel a esse projeto, tenho andado por aí a semear ideias. Não importa o valor real dessas ideias. Relevante é que a semeadura seja feita com alegria, espírito reto e boa vontade.

As pessoas idosas não têm o direito de guardar para si a experiência que a vida proporcionou. Na opinião do filósofo inglês Alfred Whitehead, a experiência não é para guardar. É preciso que alguma coisa façamos com ela.

Segundo estudos publicados, os países que melhor tratam os idosos são: Alemanha, Canadá, China, Japão, Noruega, Suécia e Suíça. Nosso país, infelizmente, não integra esse quadro.

A aposentadoria pode não implicar encerramento de atividades, mas apenas redução de compromissos exigentes. São múltiplas as novas experiências possíveis. Que cada um encontre seu caminho. Que a sociedade não cometa o desatino de desprezar a sabedoria dos mais velhos.

De minha parte, falando aqui e ali, em congressos, seminários e cursos, a convite de faculdades, OABs, igrejas, vou sorvendo a aposentadoria. Compareci com a palavra em todos os Estados da Federação. Sigo o conselho de Guimarães Rosa: "Viver é perigoso. A aventura é obrigatória".

Se o aposentado sentir-se feliz usufruindo da aposentadoria, simplesmente, essa atitude não merece qualquer reparo. Ele fez jus ao que se chama ócio com dignidade (otium cum dignitate).

O pedagogo tcheco Comenius ensina:

 “No ócio, paramos para pensar, para correr no labirinto do autoconhecimento, para investigar nossa condição de seres humanos. Não se trata de passar o tempo mas de penetrar no tempo, em busca do essencial. Não é tempo perdido, é tempo sagrado e consagrado.”

Usei o verbo no presente do indicativo – Comenius ensina, e não no passado – Comenius ensinou, embora se trate de um escritor morto, porque a sabedoria não morre.

João Baptista Herkenhoff, Juiz de Direito aposentado (ES) e escritor. E-mail: jbpherkenhoff@gmail.com

Site: www.palestrantededireito.com.br

seta

Manutenção preventiva do veículo e os cuidados na estrada

31/05/2017 19:06

Pegar a estrada tem efeito terapêutico. Ajuda a relaxar corpo e mente e leva a conhecer lugares novos e vivenciar novas experiências. No entanto, para a viagem resultar apenas em boas memórias e dias de alegria, é preciso cuidar preventivamente do veículo antes.

Viaje tranquilo após a manutenção preventiva

A manutenção preventiva é essencial em todos os veículos, pois é fundamental que o automóvel tenha condições boas de trafegabilidade. Isso garante a segurança do motorista e dos passageiros e evita gastos desnecessários e imprevistos na estrada, como bateria descarregada, motor superaquecido, pneus furados e panes elétricas e/ou mecânicas.

A importância da prevenção antes da estrada é imensa. Segundo dados da Concessionária Raposo Tavares - CART, foram registrados de janeiro a outubro de 2016 mais de 15 mil atendimentos na rodovia SP-270 (trecho entre Presidente Prudente e Presidente Epitácio, Estado de São Paulo), e desse total, quase metade - 47,35% - ocorreram por conta de problemas acarretados por falta de revisão ou manutenção nos veículos. Entre as principais ocorrências registradas pela concessionária estão a pane mecânica, pneu furado, falta de combustível, pane elétrica e superaquecimento.

Para que esse procedimento pese menos no bolso do consumidor, algumas concessionárias de veículos, grandes oficinas e até mesmo montadoras - como a francesa Citroën, que oferece revisão de apenas R$ 1 por dia para alguns modelos do seu catálogo, como o Novo Aircross - destacam condições especiais para os motoristas não deixarem de lado esse cuidado essencial.

Além da revisão em si, sempre fique atento aos detalhes abaixo:

  • Sempre verifique as condições do estepe. Ele deve estar presente no veículo - sua ausência gera multa - e precisa estar em boas condições.
  • É essencial verificar o estado dos pneus, avaliando a presença de bolhas ou rachaduras, que podem causar estouros em contato com o asfalto quente.
  • Ajuste a pressão dos pneus conforme o peso do carro com os passageiros e bagagem.
  • Fique sempre atento aos rangidos e ruídos do veículo, e leve-o à oficina ao sinal de qualquer irregularidade.
  • Triângulo, chave de roda e macaco devem estar sempre em excelentes condições.
  • Observe as condições dos fluidos, filtros, e cheque o nível do combustível para evitar pane seca.
  • Não deixe de conferir o estado das paletas de limpeza, das lanternas e dos desembaçadores.
seta

Primeira Edição © 2011